Dia Internacional de Combate à Corrupção é lembrado em Brusque

Membros do Movimento Vem Pra Rua e do Observatório Social realizaram ação na praça Barão de Schneeburg

Dia Internacional de Combate à Corrupção é lembrado em Brusque

Membros do Movimento Vem Pra Rua e do Observatório Social realizaram ação na praça Barão de Schneeburg

Membros do Movimento Vem pra Rua e do Observatório Social de Brusque (OsBr) organizaram uma mobilização na praça Barão de Schneeburg, no Centro, na manhã deste sábado, 9, para chamar a atenção para o Dia Internacional de Combate à Corrupção, celebrada nesta data.

Os manifestantes penduraram faixas e entregaram panfletos e adesivos em apoio à Operação Lava Jato durante toda a manhã como forma de conscientizar a população sobre os resultados obtidos pela Polícia Federal até agora no país.

Um dos líderes do movimento Vem Pra Rua Brusque, Ronald Kamp, destaca que a mobilização foi organizada para que o dia de combate a corrupção não passe em branco em Brusque.

Para ele, 2018 será um ano decisivo para a política brasileira, por isso, é importante que a população fique atenta desde já sobre todos os acontecimentos que influenciam, diretamente, na vida de cada brasileiro.

Kamp ressalta que vários aplicativos já estão disponíveis e podem ajudar a população a controlar de perto todas as ações dos políticos. “Temos o aplicativo ‘Tchau, queridos’, que é uma espécie de Serasa do político. Eles estão sendo monitorados e seus votos nas matérias de interesse da população são contabilizados”.

Também já está disponível o aplicativo Você Pode Mais (VP+), em que a população pode acompanhar os trabalhos de vereadores, deputados estaduais, prefeitos e governadores. “A proposta desses aplicativos é ajudar a escolher melhor os candidatos”.

O diretor executivo do Observatório Social de Brusque, Evandro Gevaerd, afirma que é importante a mobilização da população em defesa das instituições, como a Polícia Federal. “Se a população não se unir, não vamos vencer essa guerra e pode acabar tudo em pizza, como é comum no Brasil”.

Gevaerd ressalta que não adianta somente um pequeno grupo tentar lutar contra a corrupção, se um grande grupo está trabalhando para que tudo fique como está. “Estamos nesta luta, ajudando a divulgar o posicionamento de cada político em votações que impactam a vida das pessoas e apoiando a renovação da política. Precisamos de novos políticos, e não políticos profissionais”.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio