Dores no pescoço e uso do celular

Atualmente o uso do celular de forma repetitiva pode gerar dores fortes e constantes

Dores no pescoço e uso do celular

Atualmente o uso do celular de forma repetitiva pode gerar dores fortes e constantes

Artigos
  • Por Artigos
  • 07/11/2018
  • 14:21
  • +A-A

Por Daniel Luiz Tonin
Acadêmico de Fisioterapia da Universidade do Vale do Itajaí – Univali
Professora responsável: Vera Ligia Bento Galli

A cervicalgia é um termo que se refere às dores que atingem a região do pescoço, ombros e cabeça. A condição, que costuma afastar boa parte das pessoas de suas atividades rotineiras, não representa uma doença em si e está relacionada, principalmente, à má postura, estresse e sedentarismo.

As cervicalgias são comuns em diversas idades de ambos os sexos, sendo a segunda maior causa de dor na coluna vertebral, perdendo apenas para a dor lombar. Pode estar relacionada com movimentos bruscos, longa permanência em posição inadequada da cabeça. Atualmente o uso do celular de forma repetitiva pode gerar dores fortes e constantes, é só olhar dos lados para notar, independentemente de onde você esteja, as pessoas estão conectadas praticamente o tempo todo em seus aparelhos celulares, ou smartphones, não importa a idade, dos idosos aos jovens e adultos, até mesmo crianças, a grande maioria das pessoas possui ao menos um aparelho.

Até aí, nenhum problema, afinal, a tecnologia avança no sentido de trazer maior conforto, lazer e praticidade para nossas vidas. O grande problema é quando ela começa a atrapalhar quando usada de forma irrestrita, trazendo diversos males, inclusive de saúde, como no caso das cervicalgias.

E qual seria a posição ideal para o uso do celular? Em posição ideal, as orelhas devem estar alinhadas com os ombros, o peso transmitido ao pescoço é de aproximadamente 6Kg. Esse valor vai sendo aumentado caso inclinemos o pescoço para frente. Com 15 graus de inclinação, a sobrecarga aumenta para 12Kg. Com 30 graus de inclinação aumenta para 18Kg. Com 45 graus de inclinação a sobrecarga já é de 22 Kg. Finalmente, com 60 graus de inclinação a sobrecarga chega a alarmantes 27 Kg.

Portanto fique atento ao uso do celular, não incline demais a cabeça para baixo durante o uso, eleve o celular na linha dos olhos e procure fazer movimentos com a cabeça, evitando deixá-la sempre na mesma posição (principalmente para trás). Qualquer dúvida ou desconforto, procure um fisioterapeuta.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio