Drogas são apreendidas e traficantes são presos no bairro 1º de Maio

Prisão aconteceu depois de 15 dias de investigações. Operação contou com ação conjunta das Policias Civil e Militar

Drogas são apreendidas e traficantes são presos no bairro 1º de Maio

Prisão aconteceu depois de 15 dias de investigações. Operação contou com ação conjunta das Policias Civil e Militar

Maconha, crack, cocaína e dinheiro. Tudo apreendido na oficina – Crédito: Aline Wernke
Mais um ponto de drogas está desfeito em Brusque. Uma operação conjunta entre as Polícias Civil e Militar resultou na prisão de três pessoas e na apreensão de uma grande quantidade de drogas em uma oficina de motos, localizada no bairro 1º de Maio, em frente a Igreja Assembleia de Deus.

A operação aconteceu no fim da tarde desta quarta-feira, 18 de abril, por volta das 18 horas. Foram presos Charles Maureci, 36 anos, e Luiz Carlos Jacinto, 30 anos, tidos como responsáveis pelo ponto de drogas. Além de Willian Pasquallim, 25 anos, suspeito de ser usuário e cliente de Charles, e mais uma mulher, liberada pela polícia.

Investigações
De acordo com o delegado responsável pelo Departamento de Investigação da Comarca (DIC), Alex Bonfim Reis, a polícia chegou até os criminosos após 15 dias de investigações, iniciadas após denúncias anônimas, que aconteciam com frequência desde 2011. 

Segundo o delegado, foram reunidas diversas informações, como relatos de usuários e filmagens que comprovam o crime praticado pelos dois.

A prisão
Na oficina de motos, além de Charles, que também morava no local, a Polícia deteve pelo menos sete pessoas suspeitas de serem usuárias. Dois rapazes conseguiram fugir, e não foram capturados pelas polícia.

Além das prisões, foi encontrado uma grande quantidade de dinheiro e drogas. Entre elas maconha, crack e cocaína. 

Envolvimento dos presos
Segundo o delegado, Charles e Luiz seriam encaminhados para a Unidade Prisional Avançada de Brusque (UPA) na manhã de quinta-feira, 19.

Willian portava uma porção de maconha. Será apurado se a droga foi adquirda no local.

Como o tráfico ocorria
O delegado informou que Charles já havia sido preso, provavelmente por tráfico. Ele também disse que a ação dos traficantes acontecia de forma discreta, o que comprova o conhecimento sobre o crime praticando.

– Os usuários encomendavam as drogas, ele (Charles) ia no interior da casa, onde então ele retirava a droga do cofre ou de um quarto nos fundos. Ele só vendia a droga para o usuário dentro da loja, o que dificultava uma visualização do crime. É uma atitude bem discreta, de quem tinha ciência do dano que estava causando e também de quem já tinha conhecimento, por ser um ex-condenado. Ainda bem que estamos devolvendo ele para o lugar da onde não deveria ter saído – esclareceu, ao dizer que a polícia conta com provas bastante contundentes para a denúncia e eventual condenação do Poder Judiciário.

** Saiba mais detalhes na edição impressa do Jornal Município Dia a Dia, desta quinta-feira, 19 de abril.

** Texto atualizado às 21:21
Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio