Oportunidade para expositores e visitantes

A quarta edição da Feira Tecnológica da Construção Civil (Fairtec) ocorre em um momento de retomada da economia, mesmo que lenta. O desafio do mercado é mostrar que, independente de crises políticas, os empresários continuam investindo, trabalhando e gerando empregos. Serão mais de 100 expositores, nesta edição, que está recheada de inovação, tecnologia e oportunidades de bons negócios.

Gerar, expandir e realizar grandes negócios. Este é o objetivo da Fairtec, que começa na próxima quarta-feira, 13, e segue até domingo, 17, no pavilhão Maria Celina Vidotto Imhof (Fenarreco). A feira foi criada com o intuito de se tornar o principal encontro de negócios do setor da construção civil na região. Com o tema “Inovações Tecnológicas e Sustentabilidade”, o evento atingiu o seu objetivo. Já está sendo conhecida como o endereço certo para buscar inovações no setor da construção civil.

São 3 mil metros quadrados recheados de novidades voltadas para o segmento. Cada empresa que está na Fairtec, independente do seu tamanho, é uma prova de que o Brasil é um país com infinita capacidade de recuperação econômica, desde que os empresários possam trabalhar. E é isso que a Fairtec representa: a pujança do setor da região. A feira já é considerada a maior do segmento na região Sul.

O evento, que ocorre a cada dois anos, já reuniu cerca de 38 mil visitantes, e, na terceira edição, em 2015, gerou mais de R$ 10 milhões de retorno aos expositores. A maioria dos expositores, satisfeitos com os resultados da edição de 2015, estará participando este ano. A expectativa, que não poderia ser diferente, é de ultrapassar o volume de negócios gerados na última edição, e chegar a algo próximo de R$ 15 milhões.

A Fairtec promete muitas novidades para essa edição. Durante a feira, será apresentado aos visitantes um apartamento de 83 metros quadrados, totalmente mobiliado. Além deste diferencial, o evento contará com tecnologia de ponta e projetos com a energia fotovoltaica, entre outras novidades, e um ciclo de palestras gratuitas. Paralelamente à feira, voltada à construção civil, acontecem o 4º Salão do Imóvel e a 4ª Mostra de Móveis e Decorações.

O Sindicato da Indústria da Construção e do Mobiliário de Brusque e Região (Sinduscon) dá as boas-vindas a todos e que muitos objetivos se concretizem na feira, atendendo as expectativas, tanto dos fornecedores quanto dos visitantes.

Fernando José de Oliveira,
presidente do Sinduscon

Deixe uma resposta