Conteúdo exclusivo para assinantes

Rede privada de Brusque tem mais de 100 vagas disponíveis para educação infantil

Valores de mensalidades variam entre R$ 300 e R$ 924 para meio turno

Rede privada de Brusque tem mais de 100 vagas disponíveis para educação infantil

Valores de mensalidades variam entre R$ 300 e R$ 924 para meio turno

Escolas da rede privada de Brusque mantêm pouco mais de 130 vagas em aberto. Antes do início do ano letivo, a procura é considerada positiva por representantes dos quatro educandários pesquisados.

Quem quiser matricular os filhos em escolas particulares precisará desembolsar entre R$ 300 e R$ 924 mensais. Os valores médios são para as vagas parciais, quando os alunos ficam durante meio período nas escolas. Turmas destinadas para berçário e crianças com idades próximas aos 4 anos são as mais procuradas.

A demanda por vagas tem feito algumas escolas manterem listas de espera com interessados para determinadas faixas etárias.

No Colégio Cônsul Carlos Renaux, turmas voltadas para crianças com idades entre os dois e cinco anos estão completas. De acordo com Dione Rütiger, da secretaria geral do colégio, ainda é possível fazer matrículas para o berçário, com 14 vagas em aberto, e para estudantes com idades entre cinco e seis anos, onde três matrículas aguardam para serem preenchidas.

Chegando mais tarde
Segundo a coordenadora pedagógica Silvana Pereira, do Colégio São Luiz, muitas famílias passaram a optar por manter as crianças em casa por mais tempo. No caso da escola, turmas para dois anos e cinco anos são as mais procuradas.

Das 300 vagas disponíveis no São Luiz para a faixa etária, 210 estão preenchidas. O número crianças atendidas ainda pode ser ampliado com a adaptação de espaços existentes na escola e a construção de novas salas. Hoje, a estrutura é considerada suficiente.

Para ela, a mudança de comportamento é positiva, tendo em vista o maior período de interação familiar da criança. Ela reforça a necessidade de um trabalho de adaptação nos primeiros dias em que o aluno é matriculado. No colégio, o processo dura cerca de duas semanas.

Foco no comércio
Algumas instituições se especializaram no atendimento aos pais que trabalham no comércio, devido ao horário. Profissionais sindicalizados, registrados e portadores de CNPJ têm benefícios nas mensalidades. No Sesc, a coordenadora Eliomara Rodrigues possuí cerca de 10 vagas em aberto. Ao todo, 165 estão matriculadas para a educação infantil.

Ela também percebeu um aumento na procura por turmas específicas para crianças com cerca de quatro anos. Além do fenômeno relatado pela colega de profissão, a facilidade de manter o filho por mais tempo em um mesmo ambiente é destacada por ela como uma das motivações na busca pela escola.

Para os pais que procuram matricular filhos na CEI dos Comerciários, restam seis vagas para crianças com idades entre dois e quatro anos, e cerca de 10 para o berçário. Segundo a diretora Anna Gevaerd, a oferta poderia ser maior, considerando a procura existente e uma ampliação é projetada para o próximo ano. Hoje, a escola pode atender até 100 crianças. A reportagem não conseguiu contato com a coordenação do Sesi Escola.

Conteúdo exclusivo para assinantes

Quero assinar com preço especial
[Acesse aqui]

Sou assinante

Sou assinante do impresso,
mas não tenho login
[Solicite sem custo adicional]

Tire suas dúvidas, em horário
comercial, pelo (47) 3351-1980

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio