Eleição da OAB Brusque terá chapa única neste ano; conheça os membros

Renato Munhoz será reconduzido ao cargo de presidente da subseção

Eleição da OAB Brusque terá chapa única neste ano; conheça os membros

Renato Munhoz será reconduzido ao cargo de presidente da subseção

Todas as subseções da Seccional de Santa Catarina da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-SC) realizarão eleições no dia 28 deste mês. Na OAB de Brusque, no entanto, não haverá disputa, já que haverá chapa única.

O advogado Renato Munhoz será reeleito presidente da subseção para mais um mandato de três anos (2019 a 2021). Entretanto, a Chapa 101 – Integração e Valorização terá renovação de 60% de seus quadros. A principal delas será na vice-presidência, que será ocupada pela advogada Jordana Ristow.

A chapa foi apresentada em evento na noite desta quarta-feira, 7, no clube Guarani. A posse oficial da nova diretoria ocorre dia 1º de janeiro de 2019. Porém, o evento de posse será realizado mais adiante, em data a ser definida. Confira a entrevista com o presidente a seguir.

Veja também:
Crescimento dos bairros de Brusque supera planejamento da prefeitura e gera falta de água

Prefeitura cria comitê para investigar e prevenir óbito materno, infantil e fetal em Brusque

Cerca de mil famílias aguardam imóvel da Prefeitura de Brusque

Chapa única
É um desafio que temos nos próximos três anos. Eu não queria, não era compromisso meu, até porque entendo que existem outras lideranças em condições no município. Mas o Marcão, por uma questão de que ele, naquele momento, seria candidato à presidência da OAB-SC nos pediu, assim como para outros, e aceitamos.

Convidamos a doutora Jordana Staack Ristow para integrar a nossa chapa na qualidade de vice-presidente. Houve uma oxigenação bastante grande dos colegas, demonstrando que entendemos que há necessidade de trazer outros para participar.

É um desafio muito maior do que nos comprometemos há três anos. Porque acredito que há mais de 20 anos não havia reeleição de chapa única em Brusque. Houve reeleição, mas com concorrência.

Isso demonstra que a advocacia de Brusque apoia a administração, mas por outro lado nos traz a obrigação de estar mais perto dos advogados. Saber o que buscam e querem da advocacia, o que podemos fazer para melhorar a vida da advocacia de Brusque. Sem um olhar direcionado desta maneira, não vamos conseguir fazer uma administração boa, nem teremos sucesso no compromisso que assumimos.

Principais propostas
Nós gostaríamos de lutar avidamente para a instalação de duas Varas Cíveis na nossa Comarca. Infelizmente, o volume de processos em Brusque é absurdo. É um pleito antigo e durante a gestão já fizemos contatos com o tribunal, que, na gestão passada, não acolheu o nosso pedido. Nesta gestão, o doutor Colaço [presidente do TJ-SC, desembargador Rodrigo Colaço] já sinalizou que não pretende instalar nenhuma vara no estado.

Porém, não nos curvaremos em relação àquilo que nos foi dito e lutaremos avidamente, com engajamento de toda a advocacia e da sociedade civil organizada, para, com base num requerimento fundamentado, levar ao conhecimento do tribunal, tal qual fizemos na elevação da entrância, da qual participei ativamente, inclusive estabelecendo contatos na Assembleia Legislativa, para que tenhamos uma melhor prestação jurisdicional em Brusque.

Além, é claro, de haver mais união do que hoje na nossa instituição, como é o nome da nossa chapa: Integração e Valorização. Entendemos que é unidos e ouvindo as ideias diferentes, extraindo delas a melhor alternativa, é que vamos alcançar algum resultado.

Se não estivermos unidos, o Judiciário fica forte e a advocacia, fraca. O Judiciário faz o que quer, como em outras subseções acontece e já aconteceu em inúmeros locais Brasil afora.

Vamos continuar lutando pela manutenção das nossas prerrogativas em Brusque, pela valorização do advogado. A observância do Código de Ética, do Estatuto da OAB e da tabela da OAB significa valorizar o advogado, não achatá-lo. O advogado valorizado é respeitado pela sociedade. Se você vai a um advogado e te diz que cobra R$ 100 a consulta, vai a outro e cobra R$ 350, não há balizamento.

Todo mundo sabe que tem que pagar consulta quando vai ao médico, mas quando vai ao advogado é “só uma perguntinha”. Mas o cara demorou cinco anos para responder a pergunta, dependendo da complexidade passou mais dois anos numa especialização. Essa é a ideologia que buscamos nos próximos três anos.

Balanço do primeiro mandato
Fizemos um conjunto de propostas há três anos e conseguimos levar a efeito de 90% a  95%. Fizemos cursos para mais de 1,5 mil advogados, conseguimos aparelhar a área social da subseção, reformamos a sala da OAB no fórum, estamos encaminhados para fazer a sala da Unidade Prisional Avançada.

Lutamos várias oportunidades para que fosse restabelecida a prerrogativa de advogados. Inclusive, gestionando através da OAB-SC, junto ao tribunal, para anular processos interpostos contra advogados aqui a mando de promotores de Justiça justiceiros.

Buscamos implementar o desenvolvimento de diversos cursos. Nos aproximamos ativamente de todas as entidades de classe, o que não acontecia há mais de dez anos.

Fizemos a inclusão da mulher advogada. Não havia uma comissão da mulher advogada em Brusque e hoje é a mais ativa do estado.

Tentamos contemplar, a todo o momento, o que foi reivindicado pela classe. Brigamos, no bom sentido, para que o tribunal de justiça tivesse olhar para Brusque. Infelizmente, algumas vezes não foi alcançado, mas continuamos buscando porque, uma vez a advocacia contemplada, o cidadão será contemplado.

Veja também:
Vôlei adaptado vira ferramenta para acompanhamento da saúde no São Luiz

Procurando imóveis? Encontre milhares de opções em Brusque e região

Pesquisadores lançam o Atlas da Bacia Hidrográfica do Itajaí, depois de 20 anos de estudo

Participamos de todos os colégios de presidente da OAB-SC. É a primeira vez que um presidente vai a todos. Todas as nossas propostas foram acolhidas, dentre elas a adoção do eproc pelo e-SAJ, pedido de sustentação oral feito pela internet, outros tantos requerimentos que fizemos, no sentido de haver melhor fiscalização da advocacia, para valorizar o advogado que trabalha corretamente.

Também retomamos o nosso informativo, contratamos assessoria de imprensa, comemoramos 40 anos num evento com mais de 200 pessoas e conseguimos retomar a OAB Jovem.

Chapa 101 – Integração e Valorização

Diretoria:
Presidente: Renato Munhoz
Vice-Presidente: Jordana Cristina Staack Ristow
Secretária-Geral: Cristiana Melo Martiniuk Guérios
Secretário-Geral Adjunto: Luis Gustavo de Santana
Tesoureiro: Anderson Petruschky

Conselheiros Titulares:
Alexandre Olinger
Ana Caroline de Souza
Cristiano Gums
Dennis Weise
Éder Deodato Flôr
Fernando Rafael Corrêa
Ianderson Anacleto
Josiane Schmitt de Oliveira
Patrícia Rodrigues Heil Romero
Patrick Scalvim
Rosana Correa Schaadt
Sérgio Bernardo Júnior
Sheila Cristina Carvalho Fonseca
Viviane Morch Gonçalves

Conselheiros Suplentes:
André Nivaldo da Cunha
Cícero Eduardo Visconti
Daniela Vogel
Débora Gonçalves Fernandes
Éder Daniel Riffel
Eduardo Hoefelmann Junior
Eduardo Koerich Decker
Franciele Carminatti
Juliana Camila Morena Rodrigues
Jéssica Melo
Karlos Antônio de Souza Hernandéz
Luiz Antonio Vogel Junior
Marcelo Vinícius Merico
Mayra Cadore Gonçalves
Raquel Schöning
Raul Civinski de Souza
Ricardo Henrique Hoffmann
Tatiana Melo Dominoni
Vânia Dutra Elias Werner