Eleições 2016: DEM lança chapa pura com Jones Bosio e Moacir Giraldi

Definição veio após rompimento com o PP de Bóca Cunha, protagonizado horas antes das convenções

Eleições 2016: DEM lança chapa pura com Jones Bosio e Moacir Giraldi

Definição veio após rompimento com o PP de Bóca Cunha, protagonizado horas antes das convenções

O DEM oficializou nesta sexta-feira, 5, o lançamento da candidatura do ex-secretário regional Jones Bosio à Prefeitura de Brusque.

O anúncio veio mais de duas horas após o horário marcado para o início da convenção, pois houve mudanças que levaram as negociações às últimas horas da noite.

Veja também: Acompanhe as principais convenções partidárias em Brusque, Guabiruba e Botuverá

Foi informado, ainda, que o partido terá chapa pura na disputa de outubro, com o vereador Moacir Giraldi, cuja candidatura também foi acertadas nas últimas horas, como candidato a vice-prefeito.

Aproximadamente mil pessoas acompanharam a convenção, na qual também foram definidos os partidos que apoiarão a chapa Bosio-Giraldi. São eles: PEN, PPL, PR e PTdoB.

Outro partido está com negociação aberta, mas ainda não houve confirmação de apoio.

A princípio, serão 60 candidaturas envolvendo os partidos coligados, o que significa o lançamento de duas coligações na eleição proporcional, o que ainda será discutido entre os aliados.

“Vamos fazer a campanha atravessando essa cidade a pé, com muita garra”, disse Bosio. “A eleição se faz a pé, casa por casa, e assim faremos desde o dia de hoje”.

“Precisamos da ajuda de todos que estão aqui. Vamos para a rua pra conseguir os votos”, discursou Giraldi, candidato a vice.

Desacordos e “traição”

O Município Dia a Dia apurou que o apoio do DEM à candidatura do prefeito Boca Cunha à reeleição estava certo até o meio da tarde desta sexta.

No entanto, correligionários disseram ter havido um rompimento unilateral por parte do PP, que preferiu dar ao PSDB o cargo de vice.

Houve discursos fortes direcionados aos pepistas.

“Ontem  à noite, em 11 partidos políticos, demos as mãos, rezamos um pai nosso. E hoje acordamos com ima traição”, disse o presidente do PR, Jean Silva.

“Fomos vítimas de um processo de enganação”, discursou o vereador Celso Emydio da Silva, do DEM. “Homem que é homem,  o que fala ele cumpre. Chega de político que não cumpre a palavra”.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio