Em 6 horas, jovem de Guabiruba corre 60 km pelos bairros da cidade

Marcos Antônio Boos buscou superar seus próprios desafios; no começo de 2017 ele participará de maratonas em SC e no RS

Em 6 horas, jovem de Guabiruba corre 60 km pelos bairros da cidade

Marcos Antônio Boos buscou superar seus próprios desafios; no começo de 2017 ele participará de maratonas em SC e no RS

Muito jovem, porém, decidido. Marcos Antônio Boos, de 19 anos, morador do Aymoré, em Guabiruba, não vislumbra ser um esportista reconhecido ou de sucesso, ele busca apenas superar seus próprios limites diariamente.

Depois de ser desafiado pelo seu pai em 2015, quando ele disse que Boos não aguentava correr 2 quilômetros, o rapaz decidiu que participaria do Circuito de Corridas da Unimed em Brusque. Sem treinamento algum, ele foi para a disputa e já conquistou a primeira colocação na categoria 16-19 anos e o 10º lugar na disputa geral. “O resultado me motivou a querer correr mais e me ensinou que podemos conquistar tudo o que queremos, basta querer, focar e treinar. E o mais importante, não podemos deixar que ninguém nos diga que não vamos conseguir”, diz o jovem.

Boos levou tão a sério essa nova forma de enxergar a vida, que no último domingo, 18, colocou em prática uma de suas metas para 2016 e percorreu todo o município de Guabiruba a pé. Ele saiu de sua casa, na localidade de Gruenerwinkel, no bairro Aymoré, às 5h30, e seguiu correndo pela Pomerânia, Centro, São Pedro, Imigrantes, Guabiruba Sul, Lageado Baixo, Lageado Alto (até o Morro Santo Antônio), retornando em direção à Planície Alta (até o Morro São José), desceu pelo Caminho da Fé, voltando ao ponto inicial: o Aymoré.

 Durante o trajeto, Boos (à esq.) contou com o apoio de alguns amigos / Foto: Jean Cordeiro e Wendel Pavesi/Divulgação
Durante o trajeto, Boos (à esq.) contou com o apoio de alguns amigos / Foto: Jean Cordeiro e Wendel Pavesi/Divulgação

Foram 60,94 km percorridos em 6h20. O jovem, que teve o apoio de várias pessoas durante o trajeto, conta que o objetivo era fazer a corrida em seis horas, mas mesmo assim comemora o resultado. “Fiquei muito contente e espero fazer o mesmo trajeto com mais participantes no próximo ano. Foi uma superação pessoal. Uma experiência muito boa, porém sofrida”.

Treinamento

Acostumado a fazer corridas de curta distância – de 5 e 10 km -, Boos se preparou durante um mês para o desafio com o maratonista de Blumenau, Daniel de Oliveira, que nada no rio Itajaí-Açu. “A maior distância que eu havia percorrido era de 30 km. Eu queria superar desafios sem estar numa competição oficial e vi que poderia fazer isso dentro da minha cidade”, conta.

O jovem delimitou a distância – o dobro do seu recorde pessoal – e treinava entre duas e três horas por dia, geralmente às 5h da manhã e às 22h30. “Eu precisava treinar o corpo, mas o psicológico também, saber até que ponto o meu corpo aguentava e respeitar esse limite”.

Desafios

Boss reforça que não almeja ser um atleta profissional, mas que continuará participando do máximo de competições amadoras que puder. Entre os desafios programados para 2017 está a Maratona do Vinho, de 42 km, que será realizada em Bento Gonçalves (RS) no dia 12 de fevereiro, e a corrida de revezamento de 30 km na Ponta do Papagaio, na Guarda do Embaú (SC), em 19 de fevereiro.

 

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio