Em audiência pública, população vota a favor de projeto da Prefeitura de Brusque

Por 123 votos a 2, população decide pelo veto ao projeto que proíbe os radares aprovado pelos vereadores

Em audiência pública, população vota a favor de projeto da Prefeitura de Brusque

Por 123 votos a 2, população decide pelo veto ao projeto que proíbe os radares aprovado pelos vereadores

Por 123 votos a 2, a população decidiu pelo veto do Executivo ao projeto do vereador Alessandro Simas (PR), que proíbe a instalação de radares para fiscalização de velocidade em Brusque.

A decisão aconteceu na noite de terça-feira, 18, durante audiência pública realizada no auditório do Centro Empresarial.

Na audiência, o secretário de Trânsito e Mobilidade, Paulo Sestrem, apresentou as diferenças entre o projeto aprovado pelos vereadores na semana passada e o proposto pela prefeitura.

Segundo ele, o projeto da prefeitura prevê a instalação de oito furões, um OCR e um radar móvel, que seria usado somente em ruas com sinalização. Já o projeto da Câmara permite somente a instalação de lombadas eletrônicas e proíbe qualquer outro tipo de aparelho de fiscalização.

Representantes de entidades, órgãos de segurança, e a população tiveram a oportunidade de se manifestar e emitir suas opiniões.

Por fim, aconteceu a votação, que vai resultar no veto total do prefeito Paulo Eccel ao projeto aprovado pelos vereadores. “O próximo passo é fazer o veto total ao projeto aprovado pelos vereadores baseado em dois argumentos: o interesse público, manifestado por essa audiência, e a inconstitucionalidade”, declarou Eccel.

>> Leia a reportagem completa na edição impressa do MDD desta quarta-feira, 19 de março


Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio