Em aula de como perder gols, Brusque empata em 0 a 0 com o Joinville na Arena

Quadricolor dominou partida, sofreu com contra-ataques dos mandantes e decepcionou demais na finalização

Em aula de como perder gols, Brusque empata em 0 a 0 com o Joinville na Arena

Quadricolor dominou partida, sofreu com contra-ataques dos mandantes e decepcionou demais na finalização

João Vítor Roberge‏

Desperdiçando diversas chances, o Brusque empatou em 0 a 0 com o Joinville, na Arena Joinville, em partida válida pela segunda rodada da Copa SC. O quadricolor teve o controle da partida, mas falhou miseravelmente na finalização. Foi o quarto empate seguido do Brusque, o segundo pela competição estadual.

O primeiro tempo começou com o Brusque tendo a iniciativa, mas com dificuldades na criação. Aos 14 minutos, a equipe teve a sua única chance clara de gol. Após boa jogada pela direita, Zé Mateus chegou à linha de fundo, dentro da grande área, e cruzou. A bola chega a Gama, que chuta firme, mas em cima do goleiro Dalberson, que fez boa defesa.

Nas bolas alçadas na área, o Brusque teve dificuldades, assim como no final da campanha na Série D. Em boa parte do primeiro tempo, a partida foi bastante truncada no meio-campo, com erros das duas equipes e tentativas de ligação direta.

A partir dos 15 minutos, o Joinville, compactado na defesa, tentou também marcar a saída de bola do quadricolor. Desta pressão, surgiram algumas chances de perigo para os donos da casa.

Aos 34, o primeiro ótimo momento do Joinville. Em cruzamento de Gustavo pela esquerda, Marcos Brazion subiu muito bem e cabeceou para baixo. A bola desviou na defesa brusquense, deixou Zé Carlos vendido e saiu rente à trave para escanteio.

Seis minutos depois, o atacante Jean recebeu na entrada da área de costas para o gol, gingou bem, girou e bateu firme. Em lance muito parecido, a bola mais uma vez desvia na zaga quadricolor e quase morre no gol, passando muito perto do gol de Zé Carlos.

Pecados

A segunda etapa foi dominada pelo Brusque, que não cansou de perder chances. O Joinville, fechado em seu próprio campo, esperava os contra-ataques, mas quase nunca conseguia encaixá-los. Apenas em um breve período entre os 10 e os 15 minutos os donos da casa adiantaram as linhas para ensaiar uma pressão. O quadricolor passou por pouco perigo, mas por outro lado, abusou da paciência do torcedor no ataque. Ou se desperdiçava na grande área, ou se chutava pra fora tentando de longe.

Aos 14 minutos, bola alçada na área, Robert consegue desviar e a bola fica viva na pequena área. Hamilton, de costas, gira e chuta, desequilibrado. A pelota passa rasteira, muito perto do gol de Dalberson. Aos 34, nova chance desperdiçada. Hamilton ganha no alto o cruzamento de Zé Mateus, a bola sobe e, ao cair, o centroavante tenta um voleio na entrada da pequena área, mas isola.

E teve mais aos 42. Jefferson Renan ganhou jogada pela ponta direita, invadiu a grande área, passou para Hamilton, o camisa 9 bateu seu força e a bola foi bloqueada por Gustavo.


Joinville 0x0 Brusque
Copa Santa Catarina
Segunda rodada
Quarta-feira, 11 de setembro de 2019
Arena Joinville
Público presente: 1.133
Renda: R$ 5.980

Joinville: Dalberson; Lucas Sena, Guilherme, Karuzzo, Gustavo; Roberto, Willian (Lucas Góes 36′-2ºt), Diego; Matheus Marques (Renan Guedes-int), Marcos Brazion (Romário 21′-2ºt) e Jean.
Técnico: Pedrinho Maradona

Brusque: Zé Carlos; Zé Mateus, Ianson, Cleyton, Aírton (Luiz Henrique 37′-2ºt); Ruan, Gama, Romarinho (Thiago Henrique 29′-2ºt); Jefferson Renan, Robert e Hamilton (Wainy 47′-2ºt).
Técnico: Evandro Guimarães

Trio de arbitragem: Leandro Messina Perrone (Bombinhas), auxiliado por Giseli Cazaril (Bombinhas) e João Filipi Netto (Bombinhas).

Cartões amarelos: Diego, Jean; Ruan, Thiago Henrique

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo