Em clima de decisão, Bruscão vai em busca de três pontos em Tubarão para não se distanciar do acesso

Junai será a novidade no meio campo de Rogério Perrô. Marcelo Quilder é relacionado pela primeira vez e fica no banco

Em clima de decisão, Bruscão vai em busca de três pontos em Tubarão para não se distanciar do acesso

Junai será a novidade no meio campo de Rogério Perrô. Marcelo Quilder é relacionado pela primeira vez e fica no banco

O Brusque faz o segundo jogo do quadrangular final da Divisão Especial nesta quarta-feira (11), em duelo contra o Tubarão. A partida começa às 20h30 , no Estádio Domingos Gonzáles. Os dois times tentam a recuperação na competição. O quadricolor perdeu para o Concórdia na estreia da fase. O Peixe foi derrotado pelo Marcílio Dias.

A expectativa é de que, com a necessidade da vitória, as duas equipes façam um jogo aberto em busca dos três pontos, como prevê o meia Santos. “A gente sabe que precisa da vitória. Eles também. O intuito é eles vir para cima. Vão estar jogando em casa, com apoio da torcida, mas a gente também precisa do resultado e temos que atacar”, ressalta.

INTERATIVIDADE
Acompanhe o duelo entre Tubarão e Brusque a partir das 20h15 com a transmissão minuto a minuto.

O volante Néris, que dará vaga para Junai no meio, é outro que espera pressão do Peixe para buscar o resultado. “Acreditamos que eles virão com tudo para cima. Vamos ficar bem ligados no início do jogo para não sermos surpreendidos pelo ataque do Tubarão”.

O jogador lamentou os pontos perdidos em Concórdia, mas disse que a equipe precisa esquecer a má jornada no Oeste para conseguir a recuperação. “A gente sabe que perdeu uma partida que era muito importante, mas isso faz parte do jogo, não podemos tirar os méritos do Concórdia também. É um time de jogadores de alta estatura. Agora, temos que pensar no Tubarão para conseguir o resultado positivo”.

O técnico Rogério Perrô diz que o adversário tem características semelhantes ao Concórdia, mas que a equipe está consciente dos erros cometidos na partida de domingo para não sair novamente derrotada. “Trabalhamos na quinta-feira 40 minutos nesta bola parada defensiva. Um fundamento que fazia dez jogos que não tomávamos gol. Infelizmente, a diferença do do jogo foi essa”, destacou. “Nos resta continuar trabalhando. O Tubarão é uma equipe que trabalha bastante essa ofensividade aérea e nós vamos continuar trabalhando para não errarmos mais”, completou.

Rogério Perrô minimizou uma eventual pressão do adversário. Considera que o Bruscão pode ter um resultado positivo se mantiver o equilíbrio que teve na primeira etapa do jogo contra o Concórdia.  “É um jogo difícil, independente do momento das duas equipes. Sabemos que eles vão querer partir para cima, mas continuamos com uma equipe equilibrada em campo. Precisamos manter esse mesmo nível de qualidade e trabalhar com inteligência para reverter essa situação”.

O treinador comenta que a equipe deve sair para o jogo, mas dá a entender que, dependendo das circunstâncias da partida, até mesmo um empate pode ser considerado um bom resultado. “Vai depender da situação do jogo. Ali dentro tudo pode acontecer e temos que estar preparados para isso”.
Preparação
Os jogadores do Brusque se reapresentaram nesta terça-feira (10). O único treino antes do duelo contra Tubarão foi realizado pela manhã no CT Rolf Erbe. Antes da atividade começar, o técnico Rogério Perrô conversou em particular com o meia Serginho, os volantes Eurico e Luiz André e os laterais Saraiva e Flavinho.

Logo após o bate-papo, todo o grupo de atletas realizou um trabalho de recuperação física com o preparador físico Klaubert Soares, o Kal. Posteriormente, os atletas participaram do tradicional rachão. Em um clima descontraído, o time vermelho – formado pelos goleiros Fabão e Giovani – venceu o amarelo por 4 a 0. A dupla foi destaque da atividade, com o último dando duas assistências para gols do primeiro. 

A novidade do treino foi a volta do atacante Cidinho, que se recuperava de lesão. Marcelo Quilder fez o primeiro treinamento com o grupo. Ele viajou à tarde com todo plantel e deve começar a partida no banco de reservas. O volante Fabinho não participou das atividades. Ele segue no DM e novamente desfalca a equipe. Cleyton – liberado para ir ao dentista – e Eydison, para resolver problemas particulares – também ficaram de fora da movimentação, mas não preocupam para o duelo de hoje à noite.

Os atletas finalizaram o treino com trabalhos de finalização. Rogério Perrô terminou a atividade enfatizando situações de ataque contra defesa em bolas alçadas na área. O treinador aproveitou para corrigir a movimentação do ataque e posicionamento da defesa. Ele deve mandar a campo: Fabão; João Paulo (Saraiva), Cleyton, Negueti e Flavinho; Luís André, Eurico, Serginho; Junai e Santos; Eydison.
Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio