Em demonstração de fé, católicos de Brusque confeccionam os tapetes de Corpus Christi

Fiéis de várias paróquias madrugaram para deixar tudo pronto e participar das procissões

Em demonstração de fé, católicos de Brusque confeccionam os tapetes de Corpus Christi

Fiéis de várias paróquias madrugaram para deixar tudo pronto e participar das procissões

A fé tomou conta de Brusque nesta manhã desta quinta-feira, 15. Para celebrar o dia de Corpus Christi – a Festa da Eucaristia -, centenas de fiéis acordaram cedo para realizar a confecção dos tapetes. Depois, participaram da missa e da procissão.

A data tem como objetivo comemorar o ministério da Eucaristia, ou seja, o sacramento do corpo e do sangue de Jesus Cristo. Tradicionalmente, a festa é celebrada anualmente, 60 dias após a Páscoa e uma semana depois da celebração da Trindade Santa.

A reportagem do jornal O Município percorreu as paróquias de Santa Teresinha e São Judas Tadeu, no Águas Claras, para conferir a confecção dos tapetes.

Comunidade unida

Cerca de 15 voluntários da comunidade São Francisco de Assis, da paróquia Santa Teresinha, madrugaram para produzir e enfeitar 30 metros de um lindo tapete na rua em frente à igreja. Catequistas e participantes de várias pastorais há seis anos acordam antes das 4h para poder demonstrar um pouco de sua fé.

Conforme o administrador econômico da comunidade, Sandro Trevisan, há vários símbolos apresentados, com destaque para o padroeiro São Francisco de Assis, além da pomba da paz, o rosário e o cálice da Eucaristia.

Símbolo de amor

A empolgação dos participantes da comunidade Santa Catarina de Alexandria, pertencentes à paróquia Santa Teresinha, era nítida no olhar e no sorriso. Há mais de cinco anos, equipes da liturgia, homens e mulheres que rezam o terço, dividem as tarefas para confeccionar os tapetes, que para eles é um símbolo de amor e uma maneira de servir a Deus e à comunidade.

A coordenadora da liturgia, Júlia Alves Bones, conta que o grupo buscou mostrar temas que são trabalhados durante todo o ano na comunidade. Dentre eles, foi produzida a imagem de Nossa Senhora de Fátima, já que é o ano de Maria, e também de Nossa Senhora Aparecida, em alusão aos 300 anos de sua aparição.

O que também não faltou foi a confecção de um tapete que representasse o Cerco de Jericó – um dos momentos de oração mais fortes realizado pelos fiéis da comunidade.

Exemplo que vem do berço

Há dois anos Alisson Samuel, 13 anos e o irmão Marlon, 10, acompanham os pais Adairton Aparecido Venzon e a mãe Marciani Comandolli Venzon na confecção dos tapetes. Os meninos auxiliam o grupo, iluminando com lanterna quando ainda está escuro e também pintando alguns dos símbolos.

A família que participa da comunidade Imaculada Conceição, da paróquia Santa Teresinha, acredita que “quem reza unido permanece unido”. Os pais e os filhos estiveram juntos com outros 15 voluntários, que há mais de três anos realizam esse trabalho, sempre a partir das 4h30.

70 metros de amor

Poucos minutos depois das 7h, o tapete de 70 metros, confeccionado pelos integrantes da comunidade São Francisco de Assis, da paróquia São Judas Tadeu, já estava pronto. Aproximadamente 15 voluntários, entre catequistas e ministros, há oito anos se dedicam desde as 5h para enfeitar as ruas próximas da igreja.

Bernardete Monfardini, catequista há mais de 30 anos, diz que o ato é uma demonstração de amor e fé em homenagem ao sacramento da Eucaristia. Todos os temas ligados à igreja e a fé dos católicos são demonstrados por meio dos tapetes.

Fé em qualquer lugar

Há quatro meses morando em Brusque, a alagoana Nathany Melo (à esq.) fez questão de continuar a tradição que aprendeu ainda criança. Desde os 7 anos ela canta no coral e atualmente é catequista na paróquia São Judas Tadeu. Ela faz questão de demonstrar seu amor a Deus por meio de trabalhos como o da confecção dos tapetes.

Nathany conta que no Nordeste os tapetes têm dimensões maiores dos que o de Brusque e que lá são feitos com giz e com areia. No entanto, para ela, mesmo com as diferenças, o que todos querem mostrar com essa simbologia é o tamanho de sua fé.

Junto com a alagoana participaram dezenas de outros voluntários de várias comunidades da paróquia, que acreditam que este é um dos momentos onde os católicos testemunham o corpo de Jesus Cristo na Eucaristia.

Confira vídeo da confecção dos tapetes: 

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio