Em discurso, Lula diz que vai se entregar à Polícia Federal

Ex-presidente discursou por quase uma hora no início da tarde deste sábado

Em discurso, Lula diz que vai se entregar à Polícia Federal

Ex-presidente discursou por quase uma hora no início da tarde deste sábado

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva anunciou no início da tarde deste sábado, 7, que irá se apresentar à Polícia Federal para cumprir a decisão do juiz Sérgio Moro que determinou sua prisão no fim da tarde de quinta-feira, 5.

Após mais de 48 horas recluso no Sindicato dos Metalúrgicos, em São Bernardo do Campo (SP), Lula saiu por volta das 10h30 para participar da missa em homenagem ao aniversário da ex-primeira dama Marisa Letícia, falecida no ano passado. Ao fim da missa, por volta do meio dia, o ex-presidente iniciou seu discurso para apoiadores e militantes que se aglomeram nas proximidades do sindicato.

O prazo inicial dado por Moro para o ex-presidente se apresentar voluntariamente em Curitiba foi às 17 horas de sexta-feira, 6. Porém, Lula não aceitou a oferta e decidiu que se apresentaria à polícia somente neste sábado, após a missa em homenagem a esposa.

“Eu não tô escondido. Eu vou lá na barba deles para eles saberem que eu não tenho medo. (…) É com essa crença, de cabeça erguida, quero chegar lá e falar para o delegado: “Estou à sua disposição”. É a história que vai provar que quem cometeu um crime foi o delegado que me acusou, o juiz que me julgou e o Ministério Público. (…) Eu sairei dessa maior, mais forte, mais verdadeiro e inocente. Eu quero provar que eles é que cometeram um crime. Um crime político de perseguição a um homem”, afirmou.

Após o discurso, Lula voltou para dentro do sindicato. Ainda não há informações de como será a apresentação do ex-presidente à PF.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio