Em disputa acirrada para o Senado, Dário vence Bornhausen

Candidato do PMDB fez 42,82% dos votos válidos, contra 38,38% do adversário

Em disputa acirrada para o Senado, Dário vence Bornhausen

Candidato do PMDB fez 42,82% dos votos válidos, contra 38,38% do adversário

As pesquisas mostravam Paulo Bornhausen à frente de Dário Berger. Na pesquisa Ibope contratada pela RBS em agosto, o candidato do PSB aparecia com 25% das intenções voto, ante 15% do peemedebista. O que se destacava neste momento era o número de indecisos, 30%.

Com o pleito se aproximando, Berger começou a despontar. Na última pesquisa Ibope contratada pela RBS, dia antes da votação, Berger aparecia com 29% dos votos, enquanto Borhausen tinha 27%, empate técnico. “Para falar sinceramente, esperava que a gente tivesse crescimento mais rápido e maior”, diz. Contou para este aumento significativo a coligação da qual ele fez parte, com o PSD de Raimundo Colombo e mais 10 partidos. “Pela primeira vez senti que esta estrutura me carregou, em vez de eu ser o protagonista que puxou os votos”, diz.

Brusque foi na contramão do resultado em nível estadual, o senador do PSDB não foi o candidato mais votado. Paulo Bornhausen angariou 21.452 votos, 44,69% do total; Berger obteve 18.618, 38,25%. O candidato do PT, Milton Mendes, foi escolhido por 13,31% dos brusquenses.

Por meio da rede social Twitter, Dário Berger se manifestou sobre o resultado das eleições. “Obrigado a todos os votos de confiança. Irei representar Santa Catarina com muito orgulho no Senado Federal. Um forte abraço”.
Perfil
Dário Berger nasceu em 1956 na cidade de Bom Retiro. Ele é formado em Administração de Empresas pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e tem pós-graduação em Recursos Humanos pela Udesc. Ele iniciou a carreira política na década de 1980, tendo ocupado cargos na administração de São José. Berger foi eleito vereador em São José em 1994, dois anos depois, ganhou a disputa para a prefeitura da mesma cidade e foi reeleito em 2000. Em 2004, candidatou-se e e foi eleito prefeito de Florianópolis, sendo também reeleito.

Resultado Final
Dário Berger (PMDB) 42,82% (1.308.503 votos)
Paulo Bornhausen (PSB) 38,38% (1.172.940 votos)
Milton Mendes (PT) 14% (427.990 votos)
Sargento Soares (PSOL) 3,10% (94.845 votos)
Alan Alves Moreira (PMN) 0,77% (23.435 votos)
Professora Junara (PRP) 0,66% (20.165 votos)
Rozane de Souza (PSTU) 0,27% (8.191 votos)

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio