Em jogo com apagão, Brusque conquista primeira vitória no Catarinense

Com gol de Giancarlo e falha de goleiro, quadricolor derrota o Camboriú no Augusto Bauer

Em jogo com apagão, Brusque conquista primeira vitória no Catarinense

Com gol de Giancarlo e falha de goleiro, quadricolor derrota o Camboriú no Augusto Bauer

Com direito a apagão e reedição de final do Catarinense Série B, o Brusque venceu o Camboriú por 1 a 0. Com isso, o quadricolor conquista sua primeira vitória na competição, e de quebra tirou pontos de um dos adversários diretos pelos mesmos objetivos na competição.

No detalhe

O primeiro tempo da reedição da última final do Catarinense Série B ficou abaixo do esperado. As duas equipes jogaram um futebol de baixo nível técnico. O Camboriú, contudo, entrou com mais vontade. Curiosamente, o Brusque jogou recuado na etapa e deixou o adversário à vontade.

As principais jogadas do Tricolor da Baixada eram pela direita. Thoni e Marcelo Quilder dominaram o lado enquanto Aélson só esperava na defesa para tentar dar o bote. O Brusque, que parecia não ter aprendido depois do jogo contra o Metrô, continuava a ceder faltas perigosas perto da área.

Contudo, um detalhe decidiu o primeiro tempo à favor do Bruscão. Em uma das primeiras investidas do quadricolor, Giancarlo foi lançado, e o goleiro Gabriel saiu das traves para tirar com o pé. O camisa 1 furou de maneira bizarra, e o centroavante chegou batendo de chapa na bola que sobrou nos seus pés.

A partir daí, o Bruscão decidiu avançar mais, mas mesmo assim não conseguiu ter mais posse de bola. A equipe teve as melhores chances, mas não conseguiu colocar a bola nas redes e levou a partida para o segundo tempo com vitória magra e parcial.

Apagão e glória

A etapa final foi marcada por episódios curiosos. O Brusque continuou jogando na retranca quando se esperava um time mais ofensivo. A entrada de Aldair deu mais velocidade ao Camboriú, e com isso o quadricolor teve que se segurar como pôde.

Mas um apagão fez a partida parar no tempo. Aos 28 minutos de jogo, o estádio Augusto Bauer ficou sem energia elétrica. A partida foi paralisada por cerca de meia hora, mas quando retornou o cenário ainda era o mesmo: Camboriú atacando e Brusque se segurando.

Com defesa sólida, Wanderson pouco sofria. Já o mesmo não se pode dizer de Gabriel. Apesar de poucos, os ataques do Brusque levavam mais perigo. Aos 35 minutos, Giancarlo acertou a trave depois de boa jogada que começou com Adãozinho, seguiu com bom cruzamento de Potita e cabeçada no poste do centroavante. O Brusque ainda levou sufoco com escanteio e falta pouco antes do árbitro decretar o fim da partida, mas enfim conquistou um triunfo no Catarinão

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio