Em prévia da final da Liga Nacional, Brusque e São Caetano levam jogo para o tie break

Paulistas levam a melhor e vencem as donas da casa. Decisão do título é neste sábado

Em prévia da final da Liga Nacional, Brusque e São Caetano levam jogo para o tie break

Paulistas levam a melhor e vencem as donas da casa. Decisão do título é neste sábado

Era somente uma prévia. As duas equipes já iriam decidir o título da competição e a partida seria apenas para cumprir tabela. Porém, o que o público presente na Arena viu na noite desta sexta-feira, 17 de agosto, foi um jogo digno de decisão. 

Brusque e São Caetano se enfrentaram pela última rodada Liga Nacional de Vôlei Feminino, (divisão de acesso à Superliga), disputada desde segunda-feira passada, em Brusque. 

Decidido no tie break, São Caetano levou a melhor e venceu por 3 sets a 2, com parciais 25/19, 21/25, 25/16, 12/25 e 12/15. Catarinenses e paulistas mostraram como deve ser o clima da disputa por uma vaga na elite do voleibol nacional. 

– Nunca é bom perder. Mas pudemos utilizar todas as meninas, porque amanhã (sábado) precisaremos muito delas. Agora é ver o que erramos e fazer disso uma coisa positiva para a decisão, porque vai pegar fogo. Viramos uma família em uma semana e contamos com a nossa torcida pra levar esse título em casa – disse a meio de rede Arianne. 

 Neste sábado, 18 de agosto, Brusque e São Caetano voltam a se enfrentar, às 19h30, dessa vez sim, pela final da LIga Nacional de Vôlei. O ingresso custa R$ 5. Na disputa do 3º lugar, ADC Bradesco (SP) e Unifor (CE) jogam às 17 horas. 


1º set 
Sem suas forças máximas, já que estavam classificadas para a final, os treinadores da embas as equipes pouparam suas principais jogadoras. Brusque iniciou com Isadora, Larissa, Juliana, Ana Paula, Amabile e mais experiente Arianne. O set começou equilibrado. 

Apesar dos erros de saque, São Caetano não desperdiçava seus ataques e cravava a bola no chão brusquense. As donas casa, porém, também eram eficientes em suas investidas. Melhores na partida, abriram 8×5. O que levou o treinador paulista a pedir tempo.  

Em um belo rali, Amábile fez 10×5 num ataque de meio. E outro tempo pedido por São Caetano. Em seguida, o time de São Paulo até apertou, mas a Abel seguia na frente: 16×13. Com a defesa em bom momento e o ataque idem, as anfitriãs fecharam em 25×19. 

2º set
No segundo set, a equipe continuou a mesma e o primeiro ponto foi de um bloqueio duplo de Arianne e Ana Paula. Em contra partida, São Caetano retornou mais esperto, mais vibrante. Brusque manteve a postura e vantagem. Em outro bloqueio, dessa vez de Larrissa, 13×8. 

Após uma relaxada da equipe brusquense e de três pontos consecutivos, as paulistas chegaram ao empate: 17×17. Seguiram fortes no ataque e abriram três pontos. Brusque não reagiu e as visitantes fecharam em 21×25.

3º set
Arianne e Ana Paula davam conta do recado no bloqueio. Foram delas o segundo e terceiro pontos de Brusque no terceiro set (3×0). O time paulista acordou rápido e empatou. Daí pra frente a diferença não passou dos dois pontos. Até que em um contra ataque de Amábile, a Abel fez 13×9. 

E Laurinha entrou em quadra. Em seu primeiro lance, fez 16×11. Logo depois, foi a vez de Luciane ir pra briga. E foram dela os três pontos seguintes, todos de bloqueio (19×11). As visitantes fizeram mais cinco pontos, mas Brusque fez mais seis e fechou o set em 25×16.  

4 º set
Dependendo da vitória no quarto set para se manterem vivas na partida, as paulistas (já com suas titulares) vão pra cima e o jogo começa a mil: 2×5. Depois de uma penalização para o técnico Picinin, que recebeu amarelo, Brusque desconcentrou e São Caetano abriu 4×16. 

As bolas brusquenses simplesmente não caíam. A sequência inglória terminou com um ponto de ataque de Arianne. Porém, a diferença era muito grande para possibilitar uma reação. Fim de set e 12×25. 

Tie break
Como não poderia ser difertente, equilíbrio. Foi um início de revezamento no marcador. Hora Brusque na frente, hora empate, hora São Caetano em vantagem (7×7). As paulistas mostraram sua força de ataque. Já as brusquenses contavam com a vibração de equipe e torcida. No fim, melhor para as visitantes, que fecharam o set e a partida em 12×15.
Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio