Em um mês, novo governo de Brusque reduz 22% o número de cargos comissionados

Levantamento mostra que a prefeitura contratou 40 servidores a menos do que os que foram demitidos

Em um mês, novo governo de Brusque reduz 22% o número de cargos comissionados

Levantamento mostra que a prefeitura contratou 40 servidores a menos do que os que foram demitidos

O governo municipal nomeou 136 cargos de confiança desde que tomou posse, em 1º de janeiro, até ontem. O número é menor do que os demitidos, que foram 176 no mesmo período. Na prática, a nova gestão reduziu em 22,7% o número de cargos comissionados.

A reforma administrativa e o enxugamento da máquina pública foram promessas de campanha do prefeito Jonas Paegle, o qual informou que pretende manter apenas oito pastas durante seus quatro anos de mandato, além da Procuradoria geral e das autarquias.

O levantamento de demissões e admissões de cargos comissionados foi feito pelo Município Dia a Dia com base em informações publicadas no diário oficial do município.

Esses dados apontam que as pastas que mais tiveram nomeações foram as secretarias de Obras, Saúde e Educação, com 29, 24 e 16 cargos lotados até o momento, respectivamente.

O maior número de demissões foi registrado nas secretarias de Saúde, Obras e Orçamento e Gestão, com 35, 30 e 22 cargos exonerados, respectivamente.

Entre os 176 cargos exonerados pela gestão Jonas Paegle, não entram na conta alguns secretários municipais do governo Bóca Cunha. Isso porque parte do primeiro escalão do pepista foi exonerada ainda em dezembro, antes do dia 30.
PREFEITURA - Cópia

Calendário

O governo concentrou as exonerações nos primeiros dias do ano. Em 3 de janeiro, por exemplo, foram demitidos 149 funcionários. Nos dias seguintes, números consideravelmente menores.

Nas contratações, entretanto, o calendário foi diferente. Poucas pessoas foram nomeadas nos primeiros dias, e a maior parte dos novos comissionados passou a trabalhar entre os dias 16 (23 nomeações) e 18 (45 nomeações).

Sem mudanças

Conforme os dados apurados no diário oficial do município, em três pastas o governo manteve a mesma quantidade de cargos comissionados: no Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae); no Instituto Brusquense de Planejamento (Ibplan) e na Secretaria de Comunicação Social.

Maiores cortes

A Prefeitura de Brusque reduziu mais, proporcionalmente, a quantidade de cargos comissionados lotados na Secretaria de Orçamento e Gestão. Foram nove servidores nomeados, e 22 demitidos desde 1º de janeiro.

Na Secretaria da Fazenda, entretanto, apenas uma exoneração foi confirmada oficialmente, sendo que foram lotados seis servidores na pasta.

PREFEITURA


Reforma administrativa só em março

O procurador-geral do município, Mário Mesquita, afirma que o trabalho jurídico é o último passo da reforma administrativa a ser promovida pela prefeitura.

Ele diz que, por enquanto, o trabalho está sendo desenvolvido pelo gabinete, em parceria com a Secretaria da Fazenda e do setor de Recursos Humanos.

Está sendo feito um levantamento de custos de cada uma das secretarias, e das adaptações que o governo pretende fazer na estrutura da prefeitura.

Segundo Mesquita, somente depois que o governo tiver uma ideia política do que quer para a estrutura administrativa, é que será feita a adaptação das ideias ao que manda a legislação.

O diretor do gabinete, Paulo Kons, é um dos que está trabalhando no levantamento de informações para a reforma administrativa. Ele informa que dificilmente os trabalhos serão concluídos em menos de um mês, o que joga a reforma para março.

“Certamente vai redundar num enxugamento bastante significativo do quadro hoje existente, com relação a cargos comissionados”, afirma Kons. “Também existem indícios veementes de que em muitas áreas temos excesso de pessoal”.

O diretor do gabinete diz que o governo irá, em breve, reduzir novamente o quadro de servidores comissionados.

“Todas essas pessoas que foram nomeadas agora, certamente num curto espaço de tempo serão exoneradas, porque vamos fazer essas adequações. Essas nomeações todas têm um caráter de provisoriedade”.
PREFEITURA - Cópia (2)

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio