Conteúdo exclusivo para assinantes

Empresa de Brusque faz única proposta por bens da Fábrica de Tecidos Carlos Renaux

Oferta segue para análise da juíza da Vara Comercial de Brusque, Clarice Lanzarini

Empresa de Brusque faz única proposta por bens da Fábrica de Tecidos Carlos Renaux

Oferta segue para análise da juíza da Vara Comercial de Brusque, Clarice Lanzarini

Os bens da Fábrica de Tecidos Carlos Renaux, avaliados em mais de R$ 70,5 milhões, receberam uma única proposta de compra na tarde desta quarta-feira, 13, prazo final para a venda direta.

A oferta é da empresa Nobre Administradora de Bens, do empresário Newton Patrício Crespi, o Cisso, que é proprietário da FIP, entre outras empresas. A proposta é de R$ 25 milhões, mais 5% de comissão, que era o mínimo estipulado.

A leiloeira responsável, Elisabeth Ubialli, afirma que recebeu muitos pedidos de informação sobre a venda, entretanto, apenas uma proposta foi formalizada.

A venda direta corresponde ao lote único, no qual estão incluídos, entre os bens, a marca Renaux, a sede da fábrica, na avenida Primeiro de Maio, o casarão Villa Ida, além de terrenos em Brusque, Itajaí, Blumenau e Balneário Camboriú.

Agora, a proposta segue para análise da juíza da Vara Comercial de Brusque, Clarice Lanzarini, e dos sindicatos que representam os ex-trabalhadores da fábrica.

Conteúdo exclusivo para assinantes

Quero assinar com preço especial
[Acesse aqui]

Sou assinante

Sou assinante do impresso,
mas não tenho login
[Solicite sem custo adicional]

Tire suas dúvidas, em horário
comercial, pelo (47) 3351-1980

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio