Empresários catarinenses visitam Paraguai em busca de novas oportunidades

Um grupo formado por 40 empresários do litoral e do Vale do Itajaí está no Paraguai desde a última segunda-feira, 26

Empresários catarinenses visitam Paraguai em busca de novas oportunidades

Um grupo formado por 40 empresários do litoral e do Vale do Itajaí está no Paraguai desde a última segunda-feira, 26

Um grupo formado por 40 empresários do litoral e do Vale do Itajaí está no Paraguai desde a última segunda-feira, 26. A missão é liderada pelo presidente do Sindicato das Indústrias de Fiação, Tecelagem, Malharia e Tinturaria de Brusque e região (Sifitec), Marcus Schlösser, pelo presidente do Sindicato das Indústrias do Vestuário de Brusque e região (Sindvest), Ivo Celestino Lombardi, e pelo empresário Mauricio César Pereira, da Intersindical da Itajaí e, vice-presidente regional da FIESC.

A intenção é conhecer as oportunidades de parceria que o país “hermano” oferece às indústrias brasileiras.

No primeiro dia, o grupo foi recepcionado no Ministério de Indústria e Comércio, pelo ministro Francisco Rivas Almada.

Foi apresentado aos empresários catarinenses, o Sistema de Maquila, que é um sistema de incentivo a implantação de indústrias no Paraguai com redução e/ou isenção de impostos; as zonas francas, que são totalmente privatizadas, desde 2002, pelo prazo de 30 anos, podendo ser prorrogado por igual período, cuja finalidade é a importação e exportação de produtos com 0,5% de imposto; o AFD – Banco de Financiamento e Desenvolvimento do Paraguai, com empréstimos a médio e longo prazo. Sendo que esta instituição existe há seis anos e é semelhante ao BNDES no Brasil; o regime de origem para importação e exportação, além de depoimentos de empresas que trabalham no sistema de maquila.

Já nesta terça-feira, 27, os empresários foram recebidos na sede da Embaixada do Brasil no Paraguai pelo embaixador Eduardo dos Santos. O embaixador apresentou dados estatísticos sobre o Paraguai, detalhes dos acordos bilaterais, bem como oportunidade de negócios naquele país. 
Santos falou também dos investimentos financeiros e bancários do Banco do Brasil, que está há 70 anos no Paraguai, assim como do Itaú, que está há menos tempo.
O presidente do Sindicato das Indústrias de Fiação e Tecelagem de Brusque e região (SIFITEC), Marcus Schlosser, falou dos motivos da missão empresarial ao Paraguai.

– Apresentamos a atual situação do setor têxtil de SC e do Brasil e nos mostramos favoráveis a firmar parcerias entre indústrias de Brasil e Paraguai – declara Schlosser.

O grupo conheceu ainda algumas empresas locais a fim de firmar parcerias estratégicas, sendo que novas indústrias foram visitadas nesta quarta-feira, 28, como o Parque Industrial.

* Com informações da assessoria de imprensa

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio