Empresas apostam na compra de marmitas para funcionários em Brusque

Fornecedoras do município têm alta demanda de refeições prontas e atuam também no litoral

Empresas apostam na compra de marmitas para funcionários em Brusque

Fornecedoras do município têm alta demanda de refeições prontas e atuam também no litoral

Metalúrgica e confecção são os setores que mais movimentam o mercado de refeições prontas, conhecidas como marmitas, em Brusque. A praticidade e o custo-benefício tanto para o funcionários como para as empresas são apontados como os motivos da grande demanda.

O restaurante Ki Delícia, no bairro São Pedro, entrega em média 120 marmitas por dia para seis empresas de metalurgia e confecção. O proprietário Wellington Deusdara explica que há o prato fundo, de 1,2 quilo – R$ 14, e o raso, de 900 gramas – R$ 12. Arroz, feijão, massa, frango ou carne e saladas integram o cardápio. Batata doce cozida, rocambole e pastelão são itens complementares. Ele conta que para o funcionário é prático receber a marmita na empresa.

O restaurante Dona Trude, na rodovia Antônio Heil, também atende indústrias metal-mecânicas e confecções. Atualmente, são cerca de dez empresas que pagam marmitas para os funcionários. Eles entregam e também montam o buffet no estabelecimento. Em média são feitos 200 pratos por dia. Floripa Têxtil e Brustec são alguns dos locais que o restaurante atende.

O sócio-proprietário, Jackson Matheus da Luz Scheibel, diz que arroz, macarrão e feijão são colocados na marmita. Batata doce, purê, suflê, além de três tipos de carne diferentes complementam a refeição. Também são oferecidos sobremesas: flan, gelatina ou fruta e suco de pacotinho. O prato de 800 gramas custa R$ 9.

O responsável pelo compras na Brustec, Alexandre Francisco, afirma que diariamente, há muitos anos, o Dona Trude fornece o almoço para os mais de 50 funcionários. A entrega da marmita é feita com menos frequência. Ele diz que além de ser viável para a empresa, é bom para o colaborador, que recebe o alimento onde trabalha e não precisa se deslocar para outros lugares. “Eles até têm mais tempo para descansar”.

Brusque fornece marmitas na região

A Procave Incorporadora, do setor de construção civil de Balneário Camboriú, é uma das empresas que consome marmitas de fornecedores de Brusque. A Italianinha Restaurante e Pizzaria é responsável por entregar na cidade vizinha cerca de 500 marmitas por dia. O cardápio é variado, frango, linguiça ou costela desossada, feijão, arroz, macarrão, farofa e refogado, acompanhado de uma sobremesa e suco atraem as empresas. O proprietário Leonir Ângelo Slaifer conta que o valor varia de R$ 9 a R$ 10, dependendo da localização.

Além da Procave, a Italianinha atende outras empresas de Itajaí e Brusque, principalmente dos setores de tecelagem e cartonagem. São oferecidas cerca de 500 marmitas para oito estabelecimentos. Molas Brusque, Cartonagem Fischer e Baterias Erbs são algumas das atendidas.

A Cartonagem Fischer compra há três anos 50 marmitas por dia da Italianinha. Em média, a empresa gasta de R$ 6 a R$ 7 mil com a alimentação dos funcionários. O sócio-proprietário, Rafael Eduardo Fischer, diz que a compra de refeições prontas é benéfica para a empresa e para o funcionário. Ele afirma que o colaborador almoçando na empresa não corre o risco de sofrer acidentes durante o trajeto, além das faltas diminuírem bastante e ajudar nos custos do profissional.

Fischer salienta que se a empresa oferecesse ticket alimentação, por exemplo, o funcionário precisaria sair da empresa para se alimentar, e com a marmita ele não gasta em transporte e ainda tem tempo para descansar.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio