Empresas de Brusque utilizam o WhatsApp como ferramenta de vendas

O uso do aplicativo de mensagens instantâneas já está consolidado no município

Empresas de Brusque utilizam o WhatsApp como ferramenta de vendas

O uso do aplicativo de mensagens instantâneas já está consolidado no município

Com a decisão da Justiça de Sergipe de bloquear o Whatsapp no início da semana passada, voltou à pauta a discussão sobre a importância do aplicativo não apenas para usuários comuns mas também para empresas que o utilizam diariamente. Em Brusque, a ferramenta já está consolidada em muitos estabelecimentos comerciais.

Envio de orçamentos e esclarecimento de dúvidas dos clientes são as principais funções do Whatsapp para as empresas. A panificadora Pertuttii utiliza a ferramenta desde novembro do ano passado. Funcionária da empresa, Camila Petermann conta que a iniciativa partiu da própria panificadora.

“Nós percebemos que muitas pessoas não têm telefone fixo hoje em dia. Então geralmente elas deixam o celular para entrarmos em contato, mas às vezes o celular está fora de área, então começamos a mandar as informações pelo Whatsapp. A partir disso começou. As pessoas começaram a mandar o nosso contato umas para a outras e continuamos usando”, conta.

Para Camila, um dos principais benefícios do aplicativo é a agilidade na comunicação. Atualmente a panificadora utiliza um celular particular para conversar com os clientes, no entanto, segundo a funcionária, a Pertutti projeta comprar um smartphone apenas para o uso do aplicativo.

Na Studio Car, empresa que atua nas áreas de som, suspensão e personalização de carros, o telefone fixo foi substituído pelo uso do Whatsapp. De acordo com o proprietário, Claudio Katzwinkel, a loja se comunica tanto com clientes quanto com fornecedores por meio do aplicativo.

“80% dos clientes nós conversamos por Whatsapp. A gente usa para pegar dados, fazer orçamentos e fazer consultas. O aplicativo é bem mais viável do que manter o telefone fixo, que pouca gente usa, e é bem mais caro”, avalia.

No período em que o aplicativo permaneceu bloqueado no Brasil – de segunda a terça-feira da semana passada -, Katzwinkel afirma que a loja “ficou ilhada”.

“Nosso Whatasapp funcionou porque a internet é via rádio. Mas a gente ficou ilhado por causa dos clientes que não conseguiram acessar, ficamos praticamente sem comunicação com os clientes. Nossos contatos diminuíram bastante”, conta.

Para o corretor de imóveis José Luis Ambrosio, o uso da ferramenta é indispensável atualmente. Ele exalta, sobretudo, a agilidade na comunicação e a facilidade em enviar links e imagens.

“Por exemplo, se eu quero mandar uma ficha de um imóvel para o cliente, normalmente faria por e-mail, e até o cliente entrar e acessar demoraria um pouco. Com o Whatsapp, eu entro no site, copio o link e mando, então o cliente só vai na conversa e clica no link. É muito dinâmico”, diz.

Embora aprove o uso e utilize o aplicativo com frequência, Ambrosio não descartou o telefone fixo e o e-mail. Ele afirma que algumas pessoas ainda não têm habilidade para manusear smartphones. Por isso, diz, é importante manter outros meios de comunicação ativos.

Whatsapp marketing

Ciente do aumento no número de lojas usuárias do aplicativo a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Brusque, estuda a implantação do Whatsapp marketing. Segundo o presidente da entidade, Michel Belli, a ferramenta permite o envio de promoções e informações da loja para grupos de clientes segmentados em atividades específicas.

“Estamos em negociação para obter essa função e se der certo, vamos repassar aos nossos associados. É uma metodologia diferente, como o e-mail marketing. Por exemplo, se há uma promoção na loja que se enquadra para certo grupo, então apenas esse grupo receberá a promoção”, explica.

O presidente afirma ainda que o Whatsapp é uma ferramenta fundamental, em especial, devido à redução de custos que os lojistas, e até mesmo os clientes, tentam imprimir atualmente.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio