Encontro aborda legislação que regulamenta venda de produtos ópticos em Santa Catarina

Lojistas participam de reunião com Câmara de Óticas e Vigilância Sanitária na terça-feira, 17

Encontro aborda legislação que regulamenta venda de produtos ópticos em Santa Catarina

Lojistas participam de reunião com Câmara de Óticas e Vigilância Sanitária na terça-feira, 17

Um encontro promovido pela Câmara de Óticas do Sindilojas em parceria com a Vigilância Sanitária, reuniu lojistas na noite de terça-feira, 17, para uma conversa em torno do Decreto 992, que regulamenta a comercialização de produtos ópticos em Santa Catarina.

Durante a reunião, Thiago Martins, da Divisão de Relações Institucionais e Governamentais da Fecomércio, apresentou a nova legislação aos participantes e sanou dúvidas dos presentes.

O coordenador da Câmara de Óticas, Cesar Burnardo Júnior salienta que o encontro promovido juntamente com a Vigilância Sanitária, setor de Tributação, Sindióticas e Sindilojas, visa orientar e sanar as dúvidas dos lojistas que comercializam produtos ópticos.

“É uma questão de saúde visual, precisamos proteger nossa visão, pois só quando se começa a perdê-la é que se presta atenção, porém requer um cuidado contínuo. Desde criança é preciso cuidar para não ter problemas sérios no futuro, e por isso, esse trabalho de conscientização deve ser realizado tanto com quem comercializa os produtos, como com a população que faz uso deles”, esclarece Júnior.

Encontro abordou legislação que regulamenta a venda de produtos ópticos/ Ana Roberta Venturelli

A coordenadora da Vigilância Sanitária de Brusque Lucie Hertha Hilbert, reforça que o papel do órgão é promover e proteger a saúda da população. “A forma mais fácil de fazer isso é por meio de parcerias. Eu sozinha não consigo nada, mas várias pessoas juntas podem conseguir muita coisa. E temos conseguido bons resultados nos trabalhos realizados em parceria. Neste caso, a Câmara de Óticas deve iniciar uma campanha de conscientização, onde vamos precisar também do apoio da imprensa, para divulgar a nova legislação e ajudar as pessoas a se conscientizarem, e depois vamos realizar vistorias nas lojas para orientar os comerciantes quanto ao cumprimento das normas”, descreve Lucie.

Para o presidente do Sindióticas – Sindicato do Comércio Varejista de Material Óptico, Fotográfico e Cinematográfico do Estado de Santa Catarina, Elon Grendene, o encontro promovido na noite de terça-feira, 17, ajuda a fortalecer o setor ótico, mas principalmente, garantir a saúde visual das pessoas.

“O que queremos é combater a pirataria e os óculos de má qualidade que não possuem nenhuma proteção eficaz para os olhos. Os óculos devem vir de fábrica com certificado de qualidade e nota de procedência, então qualquer loja que queira vender apenas óculos de sol, por exemplo, tem que garantir um produto de qualidade aos seus clientes”, alertou Elon.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio