Equipes de base do Bruscão se preparam para competição

Equipes juvenil e júnior intensificam treinos às vésperas da estreia do estadual

Equipes de base do Bruscão se preparam para competição

Equipes juvenil e júnior intensificam treinos às vésperas da estreia do estadual

Pouco mais de um mês depois das seletivas feitas no Centro de Treinamento Rolf Erbe, o Brusque Futebol Clube chega à semana derradeira antes da estreia pelo Campeonato Catarinense Juvenil e Júnior da Série B. No próximo sábado, os dois times de base do Marreco fazem suas primeiras partidas pelo estadual, ambos contra o Hercílio Luz, de Tubarão. A equipe juvenil, composta por atletas até 18 anos, jogará às 13h30, enquanto a júnior, com jogadores até 20 anos, espera para jogar às 15h30. Os dois jogos serão no estádio Aníbal Torres Costa, no município do Sul do estado.
Para Maurino Cazagrande, o Cazão, diretor da base, o desempenho da equipe nos treinos.

Preparação ‘de elite’
Após a definição da equipe que defenderia as cores do Brusque no estadual de base, os técnicos Abraham Mina, do júnior, e Darlan Soares, do juvenil, tiveram pouco tempo para acertar os ponteiros. Por isso, realizaram três jogos-treinos contra bases de equipes que hoje estão na elite do futebol catarinense: Joinville, Metropolitano e Marcílio Dias.

Segundo Mina, a sugestão de buscar times teoricamente mais fortes do que as que serão enfrentadas no estadual da série B foi feita pela diretoria. “Estes times têm um nível alto de competência, e jogando contra eles podemos observar as nossas falhas. O resultado foi ótimo, com jogos bons, em que prevaleceu a parte tática”. Para Soares, quanto maior o nível de dificuldade nos jogos-treinos, mais fácil é de identificar problemas. “Não adianta buscarmos equipes inferiores ou ainda em formação, porque não teremos um parâmetro”, explica.

No primeiro jogo, contra o Joinville, o Bruscão teve bons resultados jogando fora. A equipe juvenil empatou em 2 a 2, enquanto a júnior ficou no 0 a 0 com o Coelho. Na segunda partida, contra o Metropolitano em Blumenau, os times do Brusque também jogaram de igual para igual. A júnior venceu o Metrô por 1 a 0, enquanto a juvenil saiu derrotada por 2 a 1 pela garotada do time blumenauense. O último teste, contra o Marcílio Dias em Brusque também terminou com vitória e derrota. Desta vez, o juvenil venceu por 1 a 0, ao passo que a equipe júnior perdeu para o time de Itajaí, também por 1 a 0.

Apesar do revés na última partida, o equatoriano Mina gostou dos resultados da postura da equipe de modo geral. “Mostraram dedicação, resultado do nosso trabalho do dia a dia. Gostaria que esses resultados repercutissem dentro da competição”, afirma.

Competição em baixa
A primeira rodada do estadual de base Série B iniciou no último fim de semana, com folga do Brusque em ambas as categorias, e já deu cara de ‘várzea’ à competição. As equipes júnior e juvenil do Blumenau Esporte Clube, o BEC, protagonizaram um desastre dentro da competição. Jogando contra o Camboriú no Robertão, o time júnior perdeu por 10 a 0. Já o juvenil sequer apareceu em campo, sendo derrotado por WO. Na principal rede social do BEC, torcedores comentaram que o time juvenil confundiu a data do jogo e não apareceu, enquanto a junior levou para Camboriú somente oito atletas, por isso o placar elástico.
O Hercílio Luz venceu na estreia pela junior, e está na segunda posição, atrás do Cambura. A equipe derrotou o Tubarão em clássico municipal por 1 a 0. Na juvenil, a situação foi revertida, com o Tubarão vencendo o Hercílio por 1 a 0.

Documentação pode atrapalhar

Um grupo de quatro jogadores ainda não está devidamente inscrinto na competição, o que pode atrapalhar os planos dos comandantes para a estreia do Bruscão. O problema é a documentação exigida pela Federação Catarinense de Futebol, que pede, entre outras coisas, assinaturas reconhecidas em cartório dos pais dos jogadores. Alguns jogadores, no entanto, são de fora do estado, o que atrasa a entrega pontual. Segundo o diretor da base Maurino Cazagrande, o Cazão, dentro desta semana tudo será acertado. Além da ausência por falta de documentação, Jefinho, lateral direito do juvenil, está lesionado e é dúvida para o jogo.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio