Escola de Administração Pública terá sede própria e fornecerá cursos aos servidores municipais

Primeiro ciclo de formação continuada está previsto para o mês de julho e é voltado aos servidores vinculados à Secretaria de Educação

Escola de Administração Pública terá sede própria e fornecerá cursos aos servidores municipais

Primeiro ciclo de formação continuada está previsto para o mês de julho e é voltado aos servidores vinculados à Secretaria de Educação

A partir das próximas semanas, a Escola Superior de Administração Pública de Brusque (Esap) terá uma nova sede e site próprios. O novo espaço será destinado aos cursos para os profissionais efetivos da administração pública.

A sede da instituição será no primeiro andar do prédio administrativo da Prefeitura de Brusque, e terá capacidade para comportar até 40 pessoas sentadas. O local será utilizado para a realização dos cursos. Em 2018, estão previstos diversos cursos para o segundo semestre, voltados a públicos das áreas de educação, assistência social, saúde e outros.

Leia também:
Justiça diz que prefeitura tem que fornecer vaga em creche distante até 5 km da casa da criança
Ligação entre rua Itajaí e rodovia Antônio Heil terá pavimentação concluída até esta quinta-feira

O agente administrativo Eduardo Arruda Costa, designado como responsável pela ESAP, afirma que, embora as licitações para espaço físico, mobiliário, instalações elétricas e telefônicas e outras necessidades já estejam encaminhadas, ainda não é possível precisar uma data de inauguração. “Todas as tratativas estão sendo feitas para que fique disponível dentro de 60 dias, mas dependemos de questões financeiras, administrativas e burocráticas”, diz.

Brusque possui cerca de quatro mil servidores e, destes, aproximadamente 60% estão vinculados à Secretaria de Educação. Por isso, os primeiros cursos previstos contemplam formação continuada para a secretaria, com quem a ESAP trabalha em parceria. As atividades acontecerão no mês de julho.

“Primeiramente, estamos diagnosticando as necessidades de formação por área de trabalho e preparando essas formações. Cada uma das profissões e áreas serão atendidas com cursos específicos”, explica Costa. Porém, a maior dificuldade encontrada pela Escola é em relação aos recursos financeiros, que são escassos e não permitem que se traga palestrantes e ministrantes de fora.

Essa dificuldade foi contornada pela ESAP através da identificação de qualidade nos setores da própria prefeitura: “Estamos conseguindo prestigiar os nossos servidores, com eles mesmos trabalhando na qualificação dos colegas”. No primeiro ciclo de formação, designado à área de educação, estarão participando servidores da Secretaria de Saúde, Defesa Civil, Conselho Tutelar, Corpo de Bombeiros, Fundação Municipal do Meio Ambiente (Fundema), Instituto Federal Catarinense (IFC) e professores da Universidade Federal de Santa Catarina.

Leia também:
Recicle e moradores do Primeiro de Maio chegam a acordo sobre coleta de lixo
Moradores temem uso da praça do Bruschal para ampliação de cemitério

“Esses ministrantes irão participar sem custo nenhum para o município, todas essas pessoas se dispuseram a vir. Em troca, vamos fornecer a eles um certificado de participação”, conta Costa, que reforça o caráter inovador da experiência da Esap. “Estamos tirando isso do papel. É um desafio trabalhar sem recursos e estrutura, mas, com uma série de parcerias, estamos conseguindo realizar a reestruturação da Escola.”

Criada em 2009, a Esap tem o objetivo de fornecer formação continuada e certificação aos servidores públicos, através de parcerias com centros de ensino e órgãos municipais, estaduais e federais. Por meio dessa capacitação, os efetivos passam a ter direito à progressão de carreira. A entidade também é responsável pela concessão de bolsas de estudo aos funcionários municipais.

O portal da Esap terá uma aba no site da prefeitura (www.brusque.sc.gov.br) e na intranet (intranet.brusque.sc.gov.br).

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio