Escola de samba agita foliões no pavilhão

Tetracampeã do carnaval de Itajaí no ano passado, a Imperador abriu as apresentações na noite de segunda-feira, 16

Escola de samba agita foliões no pavilhão

Tetracampeã do carnaval de Itajaí no ano passado, a Imperador abriu as apresentações na noite de segunda-feira, 16

Organizada pela prefeitura, a festa de Carnaval Brusque 2015 atraiu centenas pessoas ao segundo piso do pavilhão Maria Celina Vidotto Imhof ontem à noite. Ao longo da folia, a escola de samba Imperador, de Itajaí, a banda Destak do Samba, também do município vizinho, e o DJ Marcos do Pará, de Belém-PA, foram algumas das atrações.

Tetracampeã do Carnaval de Itajaí no ano passado e novidade na edição da folia brusquense deste ano, a Imperador abriu os trabalhos da noite às 21h. Com repertório composto por sambas-enredos de sucesso no país, a escola contou com 15 integrantes, entre instrumentistas da bateria, mestre-sala, porta-bandeira e passistas.

“Nós costumamos tocar em eventos fechados, como casamentos, formaturas e festas de 15 anos. Aqui já havíamos feito uma formatura, mas é a primeira vez que tocamos em um evento aberto. Foi muito bom. É sempre uma honra receber o convite e tocar para o público”, afirma o mestre de bateria da Imperador, Paulo Roberto Candido, o Paulinho.

A presença da escola, segundo a superintendente da Fundação Cultural de Brusque, Eudez Pavesi, foi importante para aproximar a população e o Carnaval.

“Nossa ideia era ampliar o número de atrações, principalmente para oferecer alternativas de diversão para as pessoas que permanecem na cidade. Sabemos que muitas pessoas saem de Brusque nesta época, mas também muitas ficam e são para elas a nossa festa. A escola de samba remete bastante ao Carnaval”.

Eudez afirma ainda que o leque de opções do Carnaval brusquense de ontem à noite também estava direcionado aos migrantes do município. Para ela, a diversão ofertada pela prefeitura é uma forma de valorizar os serviços prestados pelo novos moradores pois, segundo a superintendente, se não fosse por eles, Brusque careceria de mão de obra nos diferentes setores da economia.

“Numa cidade onde mais de 50% das pessoas vêm de outras cidades e de outros estados para trabalhar e para buscar uma vida melhor é fundamental que eles tenham alternativas de diversão aqui. Os setores econômicos da cidade dependem dessa mão de obra. E graças a esses moradores, ela está mais valorizada. A população ajuda a cidade a crescer”.

A escola de samba tocou durante cerca de meia hora, depois dela, o DJ Marcos do Pará, de Belém-PA, subiu ao palco e continuou com a animação. Para encerrar o Carnaval 2015, o grupo Destak do Samba comandou as últimas horas de folia. Além das três atrações, a noite contou ainda com a participação dos tradicionais bonecos gigantes de João Bugre, Bertilha do Acordeon, Timbé, Mário Gallassini, Seu Ginoca e Aldo Krieger.

A vendedora autônoma Merandolina Marques Gomes não acompanhou a apresentação da escola de samba, ficou somente por alguns minutos no pavilhão. Ainda assim, ela aprovou a festa. “Só estou esperando a minha filha me buscar, vim dar uma passadinha. Quando nós estamos de bem com a vida, qualquer festa fica ótima. É preciso aproveitar”, diz. Ao lado dos filhos de um e de 10 anos, e do marido, Geovania Coleoni da Silva também aprovou o Carnaval 2015. “Eu gosto muito e as crianças se divertem”, aprova.

 

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio