Escritor de Brusque busca apoio para lançar livro em quadrinhos sobre a colonização na região

Publicação contará a história da imigração europeia no Vale do Itajaí-Mirim

Escritor de Brusque busca apoio para lançar livro em quadrinhos sobre a colonização na região

Publicação contará a história da imigração europeia no Vale do Itajaí-Mirim

O escritor e desenhista Aldo Maes dos Anjos, de Brusque, procura apoio para viabilizar, financeiramente, o seu mais novo projeto. Será um livro de 108 páginas que contará 50 histórias em quadrinhos da colonização européia na região.

Anjos é conhecido do público. Ele escreve e desenha para a Revista Cartum, que circula há 16 anos em Brusque. Mas a ideia do “livrão” surgiu há menos tempo.

“Tudo começou em 2010, com a Revista do Sesquicentenário, abordando 25 passagens marcantes da cidade de Brusque”, diz Anjos. Depois disso, saíram outras 19 histórias, mas o projeto foi parado por falta de patrocínio.

Há anos dedicando-se a contar ludicamente a história dos antepassados da região de Brusque, o escritor e desenhista quer fazer uma coletânea de tudo o que já fez.

“Agora eu decidi agrupar todo esse material em ordem cronológica dos acontecimentos, para que o leitor possa viajar no tempo e aprender sobre a história local, de uma forma descontraída, para assim poder atingir a geração atual que não chegou a conhecer a revista Brusque ontem”, diz Anjos.

Mas para que o livro saia do papel é necessário viabilizá-lo financeiramente. Anjos criou uma campanha no site Catarse, para financiamento coletivo. A intenção é atingir a arrecadação de R$ 12,9 mil, para o custo com gráfica, diagramação, envio pelos correios e outras despesas.

Por enquanto a arrecadação é de R$ 190, mas Anjos está em busca de patrocinadores privados em paralelo. Ele já conseguiu juntar 30% do valor total de que precisa.

Segundo o escritor, a tiragem será de 1,2 mil livros, e será distribuída, através de recompensas no site Catarse, para todos os apoiadores. Além disso, será entregue aos parceiros da revista Cartum. Outros 100 livros irão para acervos literários brusquenses, para consulta permanente.

“No final de tudo, vai me sobrar 300 volumes, que pretendo colocar a venda a um valor acessível nas livrarias”, conta o escritor e desenhista.

O planejamento de Anjos é continuar com a campanha em busca de apoio até dezembro. O material deve ser impresso em janeiro, e a distribuição começará, se cumprido o plano, em fevereiro de 2018.

Ajude
Se você se interessou e quer ajudar, acesse o site
É possível ajudar com R$ 20 ou mais, há vários planos de recompensa no site.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio