Espetáculo teatral “Escutaqui” estreia no dia 30 em Guabiruba

Primeira sessão da peça será na escola João Boos, às 20h; a entrada é gratuita

Espetáculo teatral “Escutaqui” estreia no dia 30 em Guabiruba

Primeira sessão da peça será na escola João Boos, às 20h; a entrada é gratuita

Nascida e criada em Guabiruba, Trude é a casada há muitos anos com Rubens, com quem divide uma vida inteira de memórias registradas para sempre num velho álbum de fotografias.

Em “Escutaqui”, espetáculo teatral estreia na próxima segunda-feira, 30, às 20h, na Escola de Educação Básica Professor João Boos, o casal fictício irá reviver e compartilhar com a plateia momentos que marcaram o relacionamento deles e a própria história do município, como as disputadas finais dos jogos comunitários e a morte de um respeitado e saudoso prefeito. A entrada é gratuita e a classificação indicativa, livre.

A proposta de trazer à cena a tradição e a cultura locais de Guabiruba foi delineada pela atriz Jenifer Schlindwein (Paixão e Morte de Um Homem Livre, de Guabiruba; Ao Som dos Teares e A Ilha Deserta, de Brusque) e o ator Luís Gustavo Brusque (O Segredo da Janela, de Rio do Sul, e PlayBack, de Jaraguá do Sul), ambos acadêmicos do Curso de Teatro da Universidade Regional de Blumenau (Furb).

O texto dramatúrgico foi escrito por Vitor Hochsprung, poeta e estudante de Letras da Furb, e a direção do espetáculo está a cargo de Jéssica Marta Dornelles, atriz formada em Teatro pela mesma instituição de ensino.

Contemplado com recursos do V Fundo Municipal de Apoio a Cultura de Guabiruba (2017) – através da prefeitura e da Fundação Cultural – “Escutaqui” proporcionará ao público outras duas sessões gratuitas em novembro: dia 23, no Pavilhão São Cristóvão, no Aymoré, às 15h; e dia 26, na Câmara de Vereadores de Guabiruba, às 16h30.

Processo criativo
Jenifer e Luís Gustavo se dedicaram a pesquisar, junto a personagens reais de Guabiruba, histórias, contos, lendas e causos locais que pudessem servir de matéria-prima ao projeto teatral “Escutaqui”.

O processo criativo teve início em maio, quando os atores conduziram pessoalmente uma série de entrevistas. “As histórias coletadas na pesquisa de campo embasaram a concepção de situações para o ambiente cênico”, explica Jenifer, proponente do projeto.

Na etapa seguinte, com o entrelaçar de métodos e técnicas específicos do Teatro, o material bruto foi lapidado num trabalho em equipe, que envolveu tanto a elaboração do texto por Hochsprung, como a experimentação de improvisos por Jenifer e Luís Gustavo, orientados pela diretora Jéssica.

“Escutaqui” une a arte cênica à pesquisa sobre a cultura e o povo guabirubense. “Colocamos em prática um projeto emergente na universidade e muito almejado particularmente”, afirma Jenifer.

“Além de nos comprometermos a criar nossa própria arte – sem que sejamos meros executores, buscamos preservar o patrimônio imaterial de Guabiruba e seu povo, a cultura local e sua identidade, propagar este conteúdo às diversas gerações e fomentar a produção teatral na cidade”, complementa a atriz, que tem planos de levar “Escutaqui” também para outros municípios.

“Este espetáculo carrega em seu contexto a rica bagagem cultural de Guabiruba. Ficaremos orgulhosos de compartilhá-lo com artistas e públicos de outras cidades”.

Ficha técnica

Direção: Jéssica Marta Dornelles
Dramaturgia: Vitor Hochsprung
Elenco: Jenifer Schlindwein e Luís Gustavo Brusque
Cenografia: Luciano Mafra
Material gráfico e Identidade visual: José Luiz Day

Agenda “Escutaqui”:
30/10 – 20h – Escola de Educação Básica Professor João Boos – Centro
23/11 – 15h – Pavilhão São Cristóvão – Aymoré
26/11 – 16h30 – Câmara de Vereadores de Guabiruba – Centro

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio