Estabelecimentos com fraldário e espaço kids são preferência das famílias em Brusque

Pais que têm filhos pequenos encontram poucas opções de lugares para onde possam sair e levar os filhos na cidade

Estabelecimentos com fraldário e espaço kids são preferência das famílias em Brusque

Pais que têm filhos pequenos encontram poucas opções de lugares para onde possam sair e levar os filhos na cidade

Passar tempo com os filhos é essencial para todas as famílias, mas nem sempre é fácil, especialmente quando as crianças são pequenas. Muitos casais com filhos, às vezes, deixam de sair para jantar ou fazer passeios devido à falta de infraestrutura dos estabelecimentos e locais públicos, que não possuem fraldários ou um espaço destinados às crianças, para que elas também se divirtam enquanto estão em família.

Dessa forma, lugares que contam com essas facilidades acabam se tornando preferência dos pais, que sabem que poderão levar os filhos sem se preocupar caso precisem amamentar ou trocar os pequenos, ou deixar os maiores num espaço em que possam brincar e se distrair.

Veja também:
Prefeitura de Brusque anuncia pacote de contenção de gastos até o fim do ano

Conheça as principais reclamações na ouvidoria da Prefeitura de Brusque

Iniciativa privada aposta no desenvolvimento turístico de Guabiruba

Para Bruna Anelise da Silva, que é mãe de um menino de sete anos, é bastante importante que os estabelecimentos que frequenta tenham um espaço dedicado às crianças. “Meu menino está naquela fase em que não pára quieto, gosta de brincar. Ele até senta e come, mas depois já começa a querer levantar”, diz. Ela costuma sair com a família para casas de sushi, pizzarias e lanchonetes, e sente falta desses espaços para crianças nos restaurantes em Brusque.

“Acho que deveria ter e ter alguém cuidando das crianças, como é bem comum em Balneário Camboriú, por exemplo”, comenta. “Assim, os pais podem curtir mais a noite, ficar mais tempo no local e consumir mais, com a tranquilidade de ter alguém olhando as crianças.”

Espaço kids é diferencial
Os espaços kids, para Carina da Cunha Maes, são uma tranquilidade e fazem muita diferença na hora de escolher um local para sair. “Não costumamos sair tanto, mas, quando vamos a algum lugar que tem, já sentamos numa mesa perto para poder observar a minha filha”, conta ela, que é mãe de uma menina de três anos. “Para ela, é uma alegria poder brincar num lugar diferente, e a gente pode curtir mais o momento em família.”

Espaço kids da Pizzaria Aromata é atrativo para os pais e para as crianças | Pizzaria Aromata

Carina lembra que, na época em que estava amamentando, sempre sentia falta de espaços apropriados para poder dar de mamar à filha. “Costumava usar o banheiro, mas, às vezes, não é muito agradável.” Ela acredita que os banheiros dos estabelecimentos deveriam contar com uma estrutura de fraldário também, pois, sem isso, é complicado trocar as crianças em momentos de necessidade.

“Já aconteceu comigo de ter que pegar os materiais de higiene da minha filha e ir trocar ela no carro. Hoje já não tenho mais essa preocupação, ela já usa o banheiro, mas não tem como trocar os filhos sem um espaço apropriado”, pontua Carina.

Hoje, o filho de Bruna já é maior, mas ela lembra que não costumava ver fraldários e espaços para amamentar quando precisava. “Até hoje, fraldário eu nunca vejo nos lugares”, comenta.

Mayara dos Santos da Silva, mãe de um menino de dois anos, conta que nunca deixou de sair por conta da falta de estrutura para crianças, mas diz que sente falta de espaços para que o filho possa brincar. “Agora ele está numa idade em que gosta de brincar mais, aí acabamos tendo problema com isso. Frequento muitas casas de sushi e não tem nenhuma com esses espaços aqui em Brusque.”

“Nessa idade em que meu filho está, nós damos preferência para espaços abertos, nos quais ele não incomode as outras pessoas no estabelecimento”, diz Mayara.

Lucas do Nascimento Silva concorda que Brusque acaba deixando a desejar nesse quesito: “Quando saio, acabo indo mais para Blumenau. Aqui na cidade, costumo levar minha filha nas pracinhas para brincar”, conta, e diz que não há berçários, trocadores e outras facilidades nos lugares públicos. “Se preciso trocar minha filha, uso o sanitário masculino, que obviamente não tem essas coisas.”

Por conta dessa falta de estrutura, Lucas já precisou deixar de sair, por saber que não teria como levar a filha, que tem pouco mais de dois anos. “Nos restaurantes já é melhor, às vezes há espaços reservados para as crianças, isso deixa as famílias mais à vontade.”

Restaurantes investem nas famílias
O Cako Lanches é um dos estabelecimentos que proporciona aos pais um espaço kids para deixar as crianças enquanto curtem a refeição. Lá, no espaço dedicado aos pequenos, há brinquedos como quebra-cabeças, bonecas e carrinhos, e também livros para que as crianças se distraiam. Como o espaço fica bastante próximo às mesas e tem uma parede de vidro, não há monitores para brincar e cuidar das crianças, que ficam bem à vista dos pais.

“Queremos em breve colocar uma televisão também, para ficar passando desenhos”, conta Misael Foppa, proprietário da lanchonete. Ele conta que o local destinado às crianças foi implementado no Cako após pedidos de clientes, já que muitos levam os filhos e gostariam de ter um lugar para deixá-los.

Conforme Rubens Scoz, um dos proprietários da pizzaria Aromata, o espaço kids do local teve uma ótima aceitação pelos clientes. “Quando fizemos o projeto do ambiente, queríamos seguir um conceito, que é proporcionar uma boa experiência aos clientes, num local agradável para curtir com amigos e familiares, e isso inclui as famílias que têm filhos pequenos”, diz.

Veja também:
Serviço público em Brusque: homens aposentados ganham em média R$ 800 a mais do que mulheres

Procurando imóveis? Encontre milhares de opções em Brusque e região

Festival de Massas arrecada dinheiro para ajudar animais de rua em Blumenau

O local reservado para as crianças possui balanço, escorregador, material de desenho e vários outros brinquedos para entreter os pequenos. Quem mais usa o espaço, de acordo com Scoz, são as crianças de cinco a sete anos de idade, que usufruem do local e dos brinquedos disponíveis.

“Estamos até pensando em ampliar esse espaço kids e deixá-lo com o dobro do tamanho”, conta. “Mas, além da beleza estética do espaço, tem que pensar na segurança: fizemos tudo com vidro transparente para que os pais possam deixar os filhos, mas ainda observá-los e cuidar deles.”

Além do espaço para brincadeiras, Scoz afirma que a pizzaria possui fraldário no banheiro feminino, com as acomodações necessárias, e também uma área reservada que pode ser utilizada para amamentação, mas que nunca foi solicitada pelas clientes.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio