Estabelecimentos de Brusque faturam até 40% a mais com confraternizações de fim de ano

Grupos se reúnem para festas do trabalho, da faculdade, da catequese a também para reuniões familiares

Estabelecimentos de Brusque faturam até 40% a mais com confraternizações de fim de ano

Grupos se reúnem para festas do trabalho, da faculdade, da catequese a também para reuniões familiares

Dezembro é um mês de lucratividade não somente para o comércio varejista. Bares, restaurantes e lanchonetes de Brusque também faturam mais com as confraternizações de fim de ano. Em média, os estabelecimentos do município chegam a ter incremento de até 40% neste período com comemorações de grupos do trabalho, da faculdade, da catequese e reuniões familiares.

No Pietro’s Restaurante, grupos de distintos segmentos desfrutam dos produtos e serviços do local. Segundo o proprietário Jerônimo Amaral, as reservas são para oito a dez pessoas. O público pode escolher por rodizio de galeto, fondue – especialidade da casa -, ou pratos a la carte. “É um momento em que temos bastante expectativa de lucro – cerca de 40% -, e essa meta já vem se concretizando”.

Foto: Pietro's Restaurante/Divulgação
Foto: Pietro’s Restaurante/Divulgação

Na Zehn Bier German Pub o movimento chega a triplicar em dezembro. O chefe de salão, Kássio José Fritze, conta que nas terças e quartas-feiras – dias que não há tanto movimento em outras épocas do ano -, o lugar fica lotado. “É um mês propício para confraternização e oferecemos promoções que agrada este público quem vem para fazer a revelação do amigo secreto e outras brincadeiras do trabalho”.

A administradora da Diverty Boliche e Festas, Sara Caetano Sassi, afirma que petiscos e lanches, bem como o próprio boliche atraem grupos do trabalho para o local. Ela diz que se espera um aumento de 40% no mês devido às confraternizações.

No Italiano Lancheria as reservas para o sábado já estão todas preenchidas para as festas de fim de ano. A gerente Jaqueline Amorim destaca que uma variedade de eventos acontece no espaço – desde às de catequese até de empresas. Ela afirma que o período é o melhor do ano, porém, ressalta que os últimos três anos foram melhores do que 2016. “Com certeza dezembro é o melhor mês para nós, mas se compararmos com os últimos anos o movimento diminuiu. Há três anos, nesta mesma época, não dava para andar aqui”. Em média, grupos de 20 a 40 pessoas frequentam o Italiano.

O proprietário do Burguer Bier, Gabryel Barella, afirma também que o aumento em dezembro é significativo – entre 30% a 40%. No entanto, ele diz que para os empresários, da mesma forma que há o incremento e que o período é lucrativo, se tem muitas despesas com o 13º salário e com outros encargos.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio