Estudantes do Sesi de Brusque representarão Santa Catarina na Olímpiada Brasileira de Robótica

Vaga foi conquistada na fase estadual que aconteceu em Blumenau no fim de semana

Estudantes do Sesi de Brusque representarão Santa Catarina na Olímpiada Brasileira de Robótica

Vaga foi conquistada na fase estadual que aconteceu em Blumenau no fim de semana

Arthur Sophiatti, Bernardo Victoria Escobar Silva, Cleber Alves Junior e Nicolas Patrick Souza, estudantes do Sesi de Brusque, representarão Santa Catarina na fase nacional da Olimpíada Brasileira de Robótica (OBR). A disputa será entre 9 e 12 de outubro, em Recife (PE) e reunirá mais de 110 mil participantes.

Leia também: Havan está entre as 50 maiores redes varejistas do Brasil

Os alunos do sexto, sétimo e oitavo ano, orientados pelo professor Thiago Bortoluzzi, garantiram vaga ao conquistar o primeiro lugar na etapa estadual da competição, realizada no sábado, 13, em Blumenau. A olimpíada integrou cerca de 150 estudantes de todo o estado.

Os estudantes precisaram montar um robô e programá-lo para que cumprissem o desafio. O cenário da olimpíada simula um ambiente de desastre em mundo real onde o resgate de vítimas precisa ser feito por robôs, que precisam ser completamente autônomos para cumprir a missão. Eles devem seguir uma trilha cheia de obstáculos e desafios.

O robô terá que ser ágil para superar terreno hostil (redutores de velocidade) sem ficar preso; atravessar terrenos desconhecidos (gaps na linha) onde a trilha não pode ser reconhecida; desviar de escombros (obstáculos) e subir montanhas (rampa) para conseguir salvar a vítima, transportando-a para uma área segura onde os humanos podem assumir os cuidados do resgatado.

A supervisora de Educação do Ensino Fundamental e Anos Finais do Sesi de Brusque, Louise Caetano, afirma que o trabalho em equipe, o comprometimento nos treinos e o conhecimento técnico foram decisivos para a conquista. Ela diz que o primeiro lugar é um grande motivador para os alunos, que conhecem outras realidades e aprendem sobre educação tecnológica como um todo. “Eles trabalham muito bem e querem vencer, e a olimpíada agrega não somente com o prêmio em si, mas com a educação do dia a dia”.

Louise afirma que os alunos almejam uma boa colocação na etapa nacional e que estão otimistas com o novo desafio. “Eles estão ansiosos e já começaram a se preparar para essa fase. Claro que se conquistarmos o prêmio será melhor ainda”.

Neste ano os estudantes do Sesi de Brusque também competiram no torneio internacional First Lego League, realizado nos Estados Unidos de 28 a 30 de abril. Eles encerraram a participação na disputa entre os 20 melhores do mundo.

Olimpíada

O evento é uma das olimpíadas científicas brasileiras apoiadas pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Cientifico e Tecnológico (CNPq) que utiliza-se da temática da robótica – tradicionalmente de grande aceitação junto aos jovens – para estimulá-los às carreiras científico-tecnológicas, identificar jovens talentosos e promover debates e atualizações no processo de ensino-aprendizagem brasileiro.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio