Expectativa do comércio para o Dia dos Pais é a menor dos últimos três anos

A previsão da CDL e da Fecomércio é um crescimento de 1% a 1,5% nas vendas ; inferior aos 3,5% de 2013

Expectativa do comércio para o Dia dos Pais é a menor dos últimos três anos

A previsão da CDL e da Fecomércio é um crescimento de 1% a 1,5% nas vendas ; inferior aos 3,5% de 2013

O Dia dos Pais é uma das datas comemorativas em que as vendas do comércio aumentam consideravelmente. Em 2014, a data será celebrada em 10 de agosto. No entanto, a previsão da CDL e da Fecomércio para este ano não é das melhores. O crescimento deve girar em torno dos 1,5%, inferior ao dos últimos três anos.

Segundo o presidente da CDL, Altamir Schaadt, a previsão é considerada “muito baixa”. Porém, Brusque acompanha a média das vendas nacionais. “O comércio pretende que fique entre 3% e 4%, e nós gostaríamos que fosse ainda maior, perto dos 6%. O 1,5% é muito pequeno em se tratando da época em que estamos. O que nos acalma é que no restante do país está mais ou menos assim também”, afirma.

Em 2013, o aumento girou em torno dos 3,5%. No ano anterior foi ainda maior, com 4,5%. O motivo da queda deste ano, de acordo com Altamir, é a estagnação da economia nacional. Para afastar a crise, os lojistas apostam nas promoções. “Você pode notar que as lojas estão fazendo muitas promoções, com o objetivo de melhorar a meta. E isso é um sinal de que as lojas não estão vendendo da maneira que gostariam”, explica o presidente.

Por mais que os dados se confirmem, os lojistas estão confiantes. O gerente da loja de vestuário Stark, Marcelo Schmitz, afirma que as vendas prometem aumentar em relação ao ano passado. “Esse primeiro semestre ficou na retranca em função da Copa do Mundo, mas agora a expectativa é que volte ao normal e que o mercado reaja”, diz.

Especialista em moda masculina, a loja JCanedo comemora a chegada da data e investe nas promoções para alavancar as vendas. “A gente já estava fazendo promoção para acabar com o estoque de inverno e agora abrimos as promoções do dia dos pais”, afirma a gerente, Simone Weber de Souza. Ela trabalha na loja há 11 anos e garante que as vendas no Dia dos Pais aumentam ano após ano. “Não lembro de um só ano em que as vendas caíram. Essa é a nossa data”, diz. Na próxima semana, a expectativa da loja é que as vendas aumentem 20%.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio