Extração mineral: saiba como funciona uma das principais atividades econômicas de Botuverá

Extração mineral: saiba como funciona uma das principais atividades econômicas de Botuverá

Na jazida da Mineração Rio do Ouro, a máquina quebra as pedras que vão virar pó de calcário – Crédito: Sarita Gianesini
A extração mineral corresponde a quase 20% da economia do município de Botuverá, segundo informou o secretário de Administração e Finanças da prefeitura da cidade, Joaquim Visconti, em entrevista à reportagem do Jornal Município. 
Atualmente duas empresas exploram as jazidas calcárias de Botuverá: a Mineração Rio do Ouro e a Calwer. Juntas, na ‘safra’ do calcário, que vai de abril a outubro, chegam extrair 4,5 toneladas de material por dia. 
Na edição impressa do MDD desta sexta-feira, 4 de maio, você fica por dentro dos detalhes da produção de calcário, da origem das minas e a origem da extração mineral em Botuverá. Confira a reportagem especial!
Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio