Fairtec movimenta mais de R$ 10 milhões

Além dos negócios fechados durante os cinco dias, evento proporcionou a troca de contatos

Fairtec movimenta mais de R$ 10 milhões

Além dos negócios fechados durante os cinco dias, evento proporcionou a troca de contatos

Encerrou neste domingo, 13, a terceira edição da Feira Tecnológica da Construção Civil (Fairtec), em Brusque. Aproximadamente 40 mil pessoas circularam pelo pavilhão Maria Celina Vidotto Imhof nos cinco dias do evento, que contou com mais de 80 expositores. O presidente do Sindicato da Indústria da Construção e do Mobiliário de Brusque e Região (Sinduscon), Ademir José Pereira, afirma que a feira movimentou um total de R$ 10 milhões em negócios. “A metade deste montante foi somente no setor imobiliário”.

Além dos negócios fechados dentro da feira, o presidente da comissão organizadora, Fernando José de Oliveira, lembra das prospecções. “Dentro do evento são feitos muitos contatos, o que resulta em vendas pós-feira. Tem gente que hoje vende produtos prospectados há dois anos”.

O empresário brusquense, Nelson Bruno Krieger, visita a Fairtec pela segunda vez. Por trabalhar com importação e exportação de pisos e acessórios para banheiro, ele sentiu a necessidade e o interesse de conhecer os produtos. “Tem muita tecnologia diferenciada que atrai, que chama a atenção. Isso é muito importante até mesmo para o desenvolvimento da própria cidade”.

A costureira Vanderleia Conhaque Mafra pretende renovar os móveis de casa e aproveitou a Fairtec para pesquisar preços. “Achei muito interessante esse espaço, porque consegui ver valores em diversas empresas diferentes e tudo em um mesmo lugar”.
Inovações tecnológicas

A Soltec Piscinas e Banheiros expõe pela segunda edição consecutiva da Fairtec. Desta vez, entre outras novidades, trouxeram um elevador para cadeirantes. O equipamento facilita o acesso de deficientes ou idosos em piscinas. “Ele terá o próprio controle do elevador para entrar e sair da piscina”, explica a proprietária da empresa, Vania Dubiella Badura. Ela salienta que hoje, a preocupação da sociedade é a questão da acessibilidade em diversos lugares, por isso, tiveram o cuidado de pensar no lazer dessas pessoas.

A Redumax Energia, de Balneário Camboriú, produz filtros que ajudam a reduzir o consumo de energia elétrica. “É um produto exclusivo e controla as oscilações na energia. Esse filtro proporciona no mínimo 5% na redução da energia”, detalha o representante, Eduardo Nogueira.

O presidente do Sinduscon, Ademir José Pereira, diz que o sucesso das edições da Fairtec são as novidades tecnológicas. Desta forma, realizam o evento a cada dois anos para que as empresas tenham tempo para desenvolver novos equipamentos. “Hoje as construtoras tem diversas ferramentas e equipamentos para construir prédios com alto desempenho e dar maior segurança e durabilidade nos projetos”, finaliza.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio