Falta de chuva eleva preços das hortaliças nos supermercados de Brusque

Verduras como alface, couve-flor e brócolis são as mais prejudicadas

Falta de chuva eleva preços das hortaliças nos supermercados de Brusque

Verduras como alface, couve-flor e brócolis são as mais prejudicadas

O consumidor de Brusque e região está sentindo no bolso os reflexos das temperaturas elevadas combinada com a falta de chuva. As frutas não estão tão prejudicadas, em compensação, as hortaliças como alface, couve-flor, brócolis, salsinha e repolho estão chegando aos supermercados com preço maior e qualidade inferior.

“A previsão é pessimista porque tivemos um período longo de estiagem, a muda nova é menos resistente. Alguma coisa escapa, o que é produzido em estufa, mas a maioria é ao ar livre, então para frente teremos um período bem complicado de abastecimento”, diz o diretor técnico do Centro de Abastecimento do Estado de Santa Catarina (Ceasa), Elmar Antonio Thiesen.

De acordo com ele, os preços já estão elevados, e a tendência é aumentarem ainda mais à medida que o estoque acabe. “O repolho que é mais resistente já subiu. A média era R$ 1 a unidade e agora já está passando dos R$ 3. A couve-flor está passando dos R$ 4. O brócolis, o preço normal dele ao longo do ano é de pouco mais de R$ 1 e hoje está em R$ 3,50”, destaca.

Thiesen afirma ainda que é possível que algumas hortaliças faltem no mercado. “A central de abastecimento, quando falta em algum lugar, pega de outro, mas o problema é que a estiagem está atingindo também o sudeste. Assim, não temos muita opção para trazer de outro lugar. Vamos passar por um período mais difícil do que já está”, prevê.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio