Falta de ingressos para torcida do Corinthians foi devido à exigência do clube paulista

Danilo Rezini, presidente do Brusque, mostrou e-mail em que o presidente do Corinthians exigiu os ingressos para São Paulo

Falta de ingressos para torcida do Corinthians foi devido à exigência do clube paulista

Danilo Rezini, presidente do Brusque, mostrou e-mail em que o presidente do Corinthians exigiu os ingressos para São Paulo

A falta de ingressos para a torcida do Corinthians na bilheteria instalada na Havan na tarde desta quinta-feira, 3, foi devido a exigência do próprio clube paulista. Em coletiva de imprensa, o presidente do Brusque, Danilo Rezini, apresentou um e-mail em que o presidente do Timão, Roberto de Andrade, exige que todos os 400 ingressos disponíveis para sua torcida sejam enviados para São Paulo.

Segundo o responsável pelas vendas, Jhonatan Damasceno, o atraso de vinte minutos para a abertura da bilheteria foi justamente porque o clube quadricolor tentou até o último minuto conseguir alguns ingressos da torcida visitante para venda na bilheteria da Havan. Damasceno revelou ainda que em apenas três horas todos os ingressos dos três setores estavam vendidos.

Diante desta situação, centenas de torcedores corintianos compraram ingressos para acompanhar a partida junto a torcida local. Contudo, não serão permitidas entradas de pessoas com a camisa do Corinthians no setor do Brusque. Também não serão permitidas camisas de quaisquer outro clube que não sejam Brusque ou Corinthians.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio