Falta de médico na UBS do Jardim Maluche gera reclamações da população

Secretaria de Saúde diz que novo profissional será contratado e garante que está preparada para reposições

Falta de médico na UBS do Jardim Maluche gera reclamações da população

Secretaria de Saúde diz que novo profissional será contratado e garante que está preparada para reposições

O Município recebeu relatos de falta de médicos nos postos de saúde de Brusque nas últimas semanas. Num deles, a leitora Ana Cristina da Silveira reclama da falta de atendimento na Unidade Básica de Saúde (UBS) do Jardim Maluche.

A Secretaria de Saúde informa que o médico que atuava na UBS pediu exoneração para voltar para o Rio de Janeiro, seu estado natal. Por isso, o posto está sem um médico, mas, segundo o titular da pasta, Humberto Fornari, a reposição está sendo providenciada.

A falta do médico na UBS do Jardim Maluche gera uma série de problemas. Ana, por exemplo, fez uma cirurgia recentemente e toma medicamentos de uso contínuo.

Segundo ela, quando foi à UBS no mês passado, as funcionárias disseram que o médico havia saído de férias e que, por isso, não era possível que ele renovasse a receita dela. “Tive que ir ao médico particular para renovar”.

Neste mês, o marido de Ana também precisou ir à UBS para renovar a receita e pegar novos remédios. Desta vez, a informação foi que o médico já havia pedido exoneração e que não havia outro que pudesse realizar a renovação.

“Por que outro médico não pode atender a gente?”, questiona Ana, citando que há outros médicos na unidade de saúde. Sem encontrar atendimento na UBS local, ela teme que tenha de recorrer, de novo, a um médico particular para os seus problemas de saúde.

“Se eu comprar tudo, como eu vou pagar água, luz e aluguel? É um direito que eu tenho, não é um favor que estamos pedindo”, afirma a leitora. Segundo ela, a situação na UBS do bairro é ruim e a fila por atendimento, às vezes, chega a 40 pessoas.

Ouvidoria
Quando foi reclamar da situação na UBS, Ana foi orientada a registrar a reclamação na Ouvidoria da prefeitura, no telefone 156. O problema, segundo ela, é que ninguém atende.

Ana afirma que tentou contato telefônico com a Ouvidoria, porém, há uma mensagem de que não é possível atender temporariamente. 

Reposição
Fornari afirma que foi entregue um memorando ao prefeito Jonas Paegle na semana passada, no qual é solicitada a contratação de um novo médico para a UBS.

O Município também recebeu reclamações de falta de médico na UBS do Planalto, no mês passado. De acordo com o secretário de Saúde, já foi providenciado um novo profissional para substituir o anterior, que pediu para sair.

Secretaria de Saúde se prepara para período de sazonalidade

O fim de um ano e início do seguinte é, tradicionalmente, um período de sazonalidade no quadro de médicos. Muitos profissionais passam na prova de residência (especialização) e pedem exoneração.

“Essa sazonalidade é histórica, mas estamos preparados para buscar essa demanda que pode faltar”, diz o secretário de Saúde. Até o momento, nenhum médico sinalizou que pedirá demissão.

Caso haja algum pedido, a secretaria chamará os próximos colocados no último processo seletivo realizado.

Mais Médicos
A Secretaria de Saúde já pediu mais dois profissionais do Mais Médicos. Atualmente, há 14 a trabalho no município.

Segundo Fornari, o governo federal não tem data para atender a solicitação da prefeitura. Ele avalia positivamente o programa de médicos para o município.

O secretário esclarece, apenas, que o profissional do Mais Médicos tem direito a 8 horas semanais de estudos. Por isso, às vezes, a população pode ir ao posto e não encontrá-lo. Isso está dentro das normas federais do programa.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio