Indenizações começam a ser pagas para duplicação da rodovia Antônio Heil

Com os acertos da desapropriação dos terrenos, duplicação da rodovia, em Brusque, segue em passos largos

Indenizações começam a ser pagas para duplicação da rodovia Antônio Heil

Com os acertos da desapropriação dos terrenos, duplicação da rodovia, em Brusque, segue em passos largos

Os últimos acertos para a desapropriação dos terrenos às margens da rodovia Antônio Heil, trecho de Brusque, acontecerão ainda esta semana. O diretor da empresa Irmãos Fischer, Ingo Fischer, diz que algumas famílias já receberam a indenização e com o fim dos acertos, as obras de duplicação ganharão um ritmo acelerado.

Em março, a Irmãos Fischer alterou contrato com o Deinfra e assumiu a dívida de indenização das propriedades atingidas pela duplicação. Estão sendo pagos R$ 15 milhões para a desapropriação de cerca de 12 propriedades. Segundo Fischer, a intenção ao assumir o pagamento para as famílias, foi agilizar o processo para a continuidade da obra, pois naquele momento, o estado não tinha recursos para fazer as indenizações.

Desde a semana passada, as máquinas iniciaram o processo de pavimentação asfáltica da duplicação. Até o momento, cerca de 800 metros do lado esquerdo da rodovia, sentido a Itajaí, já receberam o asfalto. “O serviço está andando muito bem e com o fim das desapropriações, agora mesmo que vai começar a aparecer a obra”, diz Fischer. A intenção é que até 2015 a obra de duplicação do trecho de Brusque da Antônio Heil esteja finalizada.

Apesar dos impasses entre os moradores da região no início das obras, a comerciante Dandara Raddatz Cerutti, 25 anos, da loja Jeito Próprio Artesanato, diz que a duplicação será muito boa. “Acho que o comércio só terá a ganhar com isso. Não vejo que atrapalhará para nós”, diz.

Outra comerciante, Emily Anessa Dognini, 18, da panificadora Sodepan, analisa a obra com dois olhares. Como motorista ela acredita que a duplicação só trará benefício para o tráfego dos veículos. Porém, como comerciante, sente-se prejudicada. “Hoje atendo clientes que circulam pelas duas vias. Com a duplicação e a implantação das muretas de proteção, acredito que diminuirá o movimento, porque quem trafega pelo outro lado não fará todo o retorno só para vir até aqui”, diz.

A obra

Além do início da pavimentação asfáltica no trecho de Brusque, as obras para a construção dos viadutos estão a todo o vapor. O engenheiro responsável pela obra de duplicação, Cleo Quaresma, diz que esse trecho da rodovia Antônio Heil está bem encaminhado e agora o Deinfra visa para o início dos trabalhos na parte que pertence a Itajaí. “Nos 3,2 km de Brusque falta finalizar o asfalto e fazer os viadutos, que serão em frente à empresa Irmãos Fischer”, diz.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio