Farmácias de Brusque investem em atendimento 24 horas

Atualmente, dois estabelecimentos atendem a população ao longo do dia e da noite

Farmácias de Brusque investem em atendimento 24 horas

Atualmente, dois estabelecimentos atendem a população ao longo do dia e da noite

Embora boa parte dos moradores de Brusque e da região esteja dormindo entre a meia-noite e as cinco horas da manhã, é nesse horário que as farmácias apostam para continuarem faturando. Atualmente, o município conta com dois estabelecimentos do segmento que atuam 24 horas por dia.

O mais recente deles é a Droga Raia. A farmácia começou a trabalhar com atendimento 24 horas em setembro deste ano. Segundo o gerente, Marcos Souza, atualmente o estabelecimento atende média de 30 clientes por noite entre a meia-noite e as cinco horas da manhã.

“Nós começamos a trabalhar nesse horário exatamente por causa da demanda. Nós fomos questionando os clientes e percebemos que realmente havia necessidade pelos comentários que eles faziam. Percebemos que teríamos público e com isso fomos amadurecendo a ideia até abrir”, conta o gerente.

Além dos clientes de Brusque, Souza diz que também há clientes de cidades vizinhas, como Guabiruba, sobretudo porque muitos municípios não contam com farmácias 24 horas. Em relação a medicamentos vendidos de madrugada, o gerente afirma que os principais são antibióticos.

“Nesse horário o que acaba saindo mais são medicamentos de emergência de pessoas que acabaram indo para o hospital e na volta passam para comprar os remédios”.

Esse tipo de medicamento também é procurado com frequência durante a noite na Lindóia – a outra farmácia de Brusque que atende 24 horas. No local, além de antibióticos, também é frequente a comercialização de antiácidos e de pílulas do dia seguinte.

“O objetivo maior mesmo é atender o pessoal que sai do hospital e precisa de atendimento. Mas também já temos até clientes que preferem vir comprar nesse horário por gosto mesmo. Por exemplo, há mulheres que vêm de madrugada para olhar os produtos de perfumaria e beleza”, explica uma das sócias da Lindóia, Claudete Willrich Sani.

A farmácia, conta Claudete, atua 24 horas por dia desde 1982. Ela explica que, naquela época, cada farmácia do município era responsável por um dia de plantão. O importante, lembra, era não deixar a população desguarnecida.

“Não valeria a pena manter aberto. Não se pode visar o lucro. Tem que pensar que está prestando um serviço para comunidade”.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio