Fatma altera método para aplicação de infrações

Novo rito de fiscalização valerá também para a Polícia Militar Ambiental

Fatma altera método para aplicação de infrações

Novo rito de fiscalização valerá também para a Polícia Militar Ambiental

A Fundação do Meio Ambiente de Santa Catarina (Fatma) está mudando o método para aplicação de infrações ambientais em Santa Catarina. A alteração partiu do novo presidente da Fundação, Gean Loureiro, em conjunto com a Polícia Militar Ambiental devido ao represamento de valoração de mais de quatro mil multas.

No antigo método, iniciado em 2010, o fiscal aplicava o auto de infração e o valor da multa era decidido por uma comissão formada por técnicos da Fatma, Polícia Militar Ambiental e Secretaria de Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDS). No entanto, este grupo nunca conseguiu se reunir, levando à paralisação dessas infrações.

Leia também

O presidente da Fatma, Gean Loureiro, já determinou a iniciação de um mutirão que deverá valorar todas as multas represadas. A expectativa é que até o início do segundo semestre estejam em dia. “Nenhum auto de infração deixará de ser cobrado, não haverá impunidade” garantiu Gean.

A Fatma realiza nesta quinta e sexta-feira (26) um evento, na Secretaria de Desenvolvimento Regional de Caçador, com todos os seus gerentes regionais e comandantes regionais da Polícia Militar Ambiental para finalizar o novo método de valoração. De acordo com Gean, nesse novo rito o fiscal vai até o local da infração e já define o valor através de uma tabela padrão.

O empresário ou entidade penalizada terá um prazo de 20 dias para apresentar defesa e, em seguida, uma comissão formada por técnicos da própria instituição irá julgar. “Estamos tirando a burocracia sem deixar de lado a impessoalidade e segurança jurídica” disse o presidente. O novo rito também valerá para as fiscalizações da Polícia Militar Ambiental.



Fonte: Assessoria de imprensa – Fatma
Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio