Festa de Maio promove confraternização das famílias e das igrejas em Brusque

Cerca de quatro mil pessoas participaram do evento da Comunidade Evangélica Luterana neste fim de semana

Festa de Maio promove confraternização das famílias e das igrejas em Brusque

Cerca de quatro mil pessoas participaram do evento da Comunidade Evangélica Luterana neste fim de semana

Confraternização das famílias e das igrejas. Assim pode ser definida a tradicional Festa de Maio, da Comunidade Evangélica Luterana, que acontece neste fim de semana em Brusque e reuniu cerca de quatro mil pessoas.

Mais do que oferecer aos visitantes pratos deliciosos, como o típico churrasco e o cachorro-quente, e também diversão por meio da roda da fortuna e de shows musicais, o evento consegue fazer com que as famílias dediquem um tempo para celebrarem juntos a fé.

O presidente da paróquia, Sérgio Kuchenbecker, diz que é muito bonito ver uma família sentada ao redor da mesa. Ele afirma que os festeiros se preocupam em proporcionar este momento à comunidade e em fazer com que ocorra um intercâmbio entre as igrejas. “Recebemos graças ao bom Deus, todos os anos, numerosas famílias maravilhosas e representantes de outras igrejas que vem confraternizar conosco”.

O pastor Edélcio Tetzner, que está na igreja Luterana de Brusque há cinco anos, reforça que a Festa de Maio tem como principal característica a preservação da família. “Como é bonito, importante e belo ver a família reunida. O evento é um convite para que a família dedique um tempo para fazer essa comunhão com Deus”.

O pastor ainda diz que a festa é o resultado da dedicação dos voluntários, de várias faixas etárias (crianças a idosos), que se doam em prol do próximo. “Estes mais de 100 voluntários conseguem colocar em prática o que realmente é ser igreja. Sem eles a festividade não seria possível”.

Mil quilos de churrasco

Mais de mil quilos de carne – 1.280 churrascos, foram comercializados nos dois dias de festa. O prato é tradicional e preparado antecipadamente pelos 14 assadores. O coordenador da equipe, Adilson Michel, há 16 anos é assador. Ele está dando continuidade ao trabalho que seu pai fez por cerca de 30 anos antes de falecer. “Fico feliz e emocionado por estar fazendo o que o meu pai fazia. É dedicação ao nosso próximo”.

O assador Sérgio Murilo Evaristo há cinco anos trabalha nesta função na Festa de Maio. Ele conta que um dia antes da carne ser assada ela é preparada. O tempero é feito com limão, sal e cebola. “Acho legal participar deste preparo e também em poder assar. É bom ver a satisfação das pessoas”.

Deus é um só

Osmar Boos veio com a esposa Neusa Cadore Boos, e com amigos ( Érico e Coralia Zendron e Antônio Zendron Neto e Nádia Zendron) prestigiar a festa ontem. Ele é católico, mas há mais de 50 anos prestigia o evento e já trabalhou como festeiro. Ele diz que o momento é “sumamente importante e que Deus é um só”. Segundo ele, além da comida boa e das atrações, existe uma confraternização de harmonia e paz das famílias, amigos e igrejas.

Festa acolhedora

Há quase 50 anos, Terezinha Becker, 69, participa com os filhos, nora e neto da festividade. Durante 15 anos ela também atuou como festeira na roda da fortuna. Ela diz que o ambiente e as pessoas são acolhedoras e que a comida é deliciosa. “É a festa da família, da comunidade de Brusque”.

Integração das igrejas

O prefeito de Guabiruba, Matias Kohler, e o vice Valmir Zirke, junto com suas esposas, estiveram prestigiando o evento. O prefeito, que é católico, considera importante a integração das igrejas e aponta que esse tipo de união entre as religiões reflete positivamente no dia a dia das pessoas. “Deus é um só. A igreja Luterana sempre foi participativa nas ações da igreja católica de Guabiruba. Pra nós é uma alegria estarmos aqui e retribuir este carinho”.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio