Festa de Nossa Senhora de Azambuja reúne famílias da região

Ambiente menos movimentado agradou os visitantes do evento que completa 115 anos

Festa de Nossa Senhora de Azambuja reúne famílias da região

Ambiente menos movimentado agradou os visitantes do evento que completa 115 anos

Neste fim de semana, centenas de fiéis de Brusque e região se reuniram para a tradicional Festa de Nossa Senhora de Azambuja. Além de muita comida e atrações musicais, o evento serviu para despertar a fé no público. Segundo o padre Pedro Schlichting, um dos organizadores, esse é um momento em que os fiéis vêm buscar suas graças e agradecer.

“Essa é um tradição da cidade. As barracas com venda de produtos e comida já estão montadas há bastante tempo aqui no bairro, prontas para receber o público. Esse é um momento de muita fé. Fizemos confissões, além de quatro missas no sábado e sete no domingo”. A festa iniciou após a celebração das 19 horas de sábado, 15, com a procissão procissão luminosa ao Morro do Rosário.

Segundo o padre, em outros anos o evento já reuniu cerca de 40 mil pessoas nos dois dias de festa, mas o público foi diminuindo. “Houve uma época que essa era uma das únicas festas da região, mas com o tempo isso mudou”.

Neste ano, a Festa de Nossa Senhora de Azambuja completa 115 anos. A primeira edição aconteceu em 1900 e, desde 1985, é celebrada no terceiro domingo de agosto. Segundo o padre, a festa celebra a assunção de Maria aos céus. O santuário recebe peregrinos o ano inteiro, que buscam paz, orientação e milagres.
Público aprova

Apesar do público menor em comparação aos tempos aúreos da festa, o ambiente familiar, com menos movimento, foi elogiado pelos visitantes. O casal Fernando e Elisabete Cavilha, do bairro Rio Branco, levou o filho Igor para o evento. Os dois vão frequentam a festa há mais de duas décadas e perceberam uma diminuição na quantidade de pessoas, contudo, eles veem isto pelo lado positivo. “A festa foi boa, deu para caminhar mais tranquilamente”, afirma Elisabete.

O casal do bairro Souza Cruz, Almeri e Santino Cesari, também percebeu que a festa ficou mais tranquila. “Viemos há muito tempo. Este ano tem mais tranquilidade, porque há dez anos eu ouvia sempre para cuidar com a segurança, hoje, já não tem mais isso. Mesmo assim, acho que a festa foi um sucesso”, comenta Almeri.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio