Fiscalização no trânsito ficará mais intensa durante a campanha Maio Amarelo

Ações buscam redução nos índices de acidentes de trânsito em Brusque

Fiscalização no trânsito ficará mais intensa durante a campanha Maio Amarelo

Ações buscam redução nos índices de acidentes de trânsito em Brusque

A Secretaria de Trânsito e Mobilidade (Setram) de Brusque lançou nesta segunda-feira, 2, o movimento Maio Amarelo. Durante todo o mês, alguns pontos da cidade, como prefeitura, o parque das Esculturas e a ponte estaiada Irineu Bornhausen ficarão iluminados na cor amarela, para chamar a atenção dos motoristas para a conscientização e paz no trânsito.

O secretário da Setram, Bruno Knhis explica que a fiscalização e orientação no trânsito será intensificada. Serão distribuídos panfletos educativos e realizadas palestras pelos agentes da Guarda de Trânsito de Brusque (GTB) aos motoristas, nas escolas, universidades e empresas.

Em parceria com a Polícia Militar, ocorrerão blitze educativas e também operações Lei Seca. A divulgação da campanha publicitária patrocinada por empresas do município. “Observo que a educação do motorista de Brusque está bastante complicada. Se fosse para avaliar estaria entre regular a péssimo”, lamenta.

O prefeito interino Roberto Prudêncio Neto afirma que o movimento é realizado em todo o mundo. “Nossa intenção é prevenir e educar. Ano passado fizemos a campanha e deu muito certo, por isso queremos intensificar”. Ele ressalta que a atuação em conjunto entre os órgãos de segurança e entidades é fundamental para o sucesso da campanha.

O responsável pelo setor de trânsito da Polícia Militar, major Otávio Manoel Ferreira Filho garante que estarão junto com a Setram em todos os eventos, especialmente nas operações de trânsito. “A GTB tem se fortalecido e percebemos a melhoria e redução dos acidentes e mortes no trânsito após a implantação do órgão na cidade”.

Porém, os índices de morte no trânsito ainda preocupam, pois até fim de abril, Brusque registrou oito mortes, sendo que ano passado, no mesmo período, foram seis registros. Por isso, a PM atuará de forma mais rígida. “Enquanto houver óbitos, haverá motivo para fiscalizar. Infelizmente, fim do ano passado houve um afrouxamento por parte da PM nas operações de trânsito, mas voltaremos a reforçar a presença nas ruas”.

Segundo o major, a PM também está disponível para palestrar nas escolas e universidades. Inclusive, na próxima semana, o major passará orientações no Hospital Azambuja. “Infelizmente, a maior parte dos nossos leitos do hospital estão sendo ocupados por vítimas de acidentes de trânsito. E o principal motivo continua sendo a embriaguez ao volante, seguida da falta de atenção atrelada ao uso do celular”, diz.

O comandante do Corpo de Bombeiros, tenente Hugo Manfrin Dalossi, diz que a prevenção é fundamental. “A população precisa se conscientizar e utilizar os dispositivos de segurança. Os índices de acidentes de trânsito nos preocupam, até mesmo porque a maioria das ocorrências que temos atendido tem sido de acidentes”.

O tenente Manfrin lembra que, em 2015, o Corpo de Bombeiros de Brusque atendeu 1,5 mil acidentes de trânsito com vítimas. “Não gostaríamos que esse número aumentasse neste ano, mas infelizmente está se caminhando para isso”, lamenta.

Campanha da ONU
O movimento Maio Amarelo é promovido pela Organização das Nações Unidas desde 2011. Desde então, Brusque aderiu à campanha e consegue resultados positivos durante a ação. A meta do movimento é estabilizar a redução de 50% de mortes em acidentes de trânsito, orientadas em cinco pilares: gestão, saúde, educação, segurança veicular e infraestrutura viária.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio