Flamengo derrota o São Paulo, e Rogério Ceni vê sua situação se complicar

Rubro-Negro ganhou por 2 a 0 no estádio Luso-Brasileiro

Flamengo derrota o São Paulo, e Rogério Ceni vê sua situação se complicar

Rubro-Negro ganhou por 2 a 0 no estádio Luso-Brasileiro

Com dois belos gols no primeiro tempo, o Flamengo bateu o São Paulo por 2 a 0 em partida válida pela 11ª rodada do Brasileirão, no estádio Luso-Brasileiro, na Ilha do Governador, neste domingo, 2. Com isso, o Rubro-Negro já tem seis jogos de invencibilidade na competição e se credencia, mais do que nunca, para brigar pelo título.

Diante de mais de 17 mil torcedores, o Flamengo tomou para si a responsabilidade como mandante e time com melhor campanha e foi melhor no primeiro tempo. Nos 35 minutos iniciais, tentou com Diego e Éverton Ribeiro pelos lados e Paolo Guerrero como referência no ataque.

O São Paulo estreou Petros e marcou forte o Flamengo. Lucas Pratto, sempre ele, foi quem mais incomodou no ataque, mas não conseguiu dar nenhum chute. O primeiro tempo teve alguns lances ríspidos e chegadas mais fortes.

Mas o equilíbrio foi quebrado aos 35 minutos, quando Petros derrubou Guerrero perto da entrada da área. O próprio peruano cobrou e marcou um golaço, no ângulo do goleiro Renan Ribeiro.

Ainda no primeiro tempo, o Flamengo ampliou a vantagem. Após bela tabela, Diego surgiu na grande área livre para bater de voleio e marcou outro belo gol.

No segundo tempo, o Flamengo perdeu um pouco do domínio, mas ainda assim assustou. Renan Ribeiro fez um milagre em chute de Diego aos 19 minutos. O São Paulo tentou no contra-ataque, mas errou nos momentos decisivos.

A derrota coloca o Tricolor Paulista em situação delicada. Com um time cheio de deficiências e retrospecto ruim, o São Paulo entrou na zona do rebaixamento. A pressão, que já tem sido intensa, deve crescer para cima de Rogério Ceni.

O Flamengo está a dois pontos do vice-líder Grêmio, que perdeu para o Palmeiras na mesma rodada. A equipe vive ótimo momento, tanto que esta foi a terceira vitória consecutiva no Brasileirão. Ainda teve um triunfo pela Copa do Brasil, ou seja, são quatro partidas sem saber o que é perder.

Corinthians 1×0 Botafogo
O Corinthians é líder isolado do Brasileirão. A equipe venceu o time misto do Botafogo, em casa, pelo placar mínimo, com isso está cinco pontos a frente do Grêmio, vice-líder. O gol da vitória – marcado pelo atacante Jô – foi chorado, mas significou tranquilidade ao Timão. No Botafogo, acendeu o sinal de alerta. O Alvinegro perdeu a segunda no Brasileirão, pois vinha de derrota para o Avaí, e caiu na classificação.

Atlético-MG 3×1 Cruzeiro
De virada, o Galo conquistou uma retumbante vitória sobre o arquirrival Cruzeiro, no dérbi de Belo Horizonte. A Raposa saiu na frente logo aos 5 minutos, com Thiago Neves. Mas o Atlético virou ainda no primeiro tempo, com Cazares e Fred. O artilheiro Fred mais um, para fechar a conta, na etapa final. O jogo ainda teve um apagão aos 39 minutos do segundo tempo.

Sport 1×0 Atlético-PR
Perante mais de 11 mil torcedores na Ilha do Retiro, o Sport conquistou o triunfo pelo placar mínimo contra os paranaenses. Mas a vitória veio com um único gol marcado em penalidade marcada equivocadamente pelo árbitro. Diego Souza bateu e fez. O Atlético continua a decepcionar no Brasileirão.

Palmeiras 1×0 Grêmio
O confronto foi marcado pelos times mistos em campo. Palmeiras e Grêmio jogam no meio da semana pela Copa Libertadores e colocaram atletas reservas para a peleja pela 11ª rodada do Brasileirão. O jogo foi bem disputado no primeiro tempo e melhorou no segundo. Com duas equipes sem entrosamento, a partida foi decidida apenas com um gol contra do volante Machado, do Grêmio.


SÉRIE B
Inter dá vexame em casa e sai do G4

No estádio Beira-Rio, o Internacional decepcionou o torcedor colorado e foi derrotado por 1 a 0 pelo Boa Esporte, de Minas Gerais, no sábado, 1. A partida foi válida pela 11ª rodada do Brasileiro da Série B.

Diones marcou o gol da vitória aos seis minutos do segundo tempo. O Boa ficou com um jogador a menos aos 38 minutos, mas o Inter não conseguiu a aproveitar a vantagem numérica.

A torcida ficou indignada com a derrota e vaiou o time. Fora do estádio, foram registrados atos de vandalismo e alguns torcedores brigaram com seguranças e policiais.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio