Flamengo sai na frente, mas River Plate busca empate fora de casa na Copa Libertadores

Com falha de Diego Alves, rubro-negro perde chance de acumular três pontos no Rio de Janeiro

Flamengo sai na frente, mas River Plate busca empate fora de casa na Copa Libertadores

Com falha de Diego Alves, rubro-negro perde chance de acumular três pontos no Rio de Janeiro

 

Sem a presença da massiva torcida por cumprir punição e jogar de portões fechados, o Flamengo não teve a estreia dos sonhos na Libertadores 2018. Recebendo o River Plate (ARG) no estádio Nilton Santos, a equipe até saiu na frente, mas sofreu empate e a partida encerrou em 2 a 2, com sabor de derrota para o rubro-negro que deixa de acumular três pontos em casa. A partida foi realizada na noite desta quarta-feira, 28.

Pouca criação
Faltou criatividade ao Flamengo no primeiro tempo de jogo. A equipe não conseguiu gerar oportunidades claras de gol e ainda deu sopa para muitos contra-ataques do River. Por sorte, os Millonarios não souberam aproveitar, com o setor de ataque pecando demais.

A maior posse de bola foi dos argentinos. Eles cadenciaram muito e trocaram diversos passes entre defesa e ataque, buscando uma abertura na parede rubro-negra para marcar.As faltas também foram em grande número: mais de 30 no primeiro tempo. Nicolás de la Cruz chegou a perder um dente em uma dividida.

A etapa inicial também contou com lance polêmico. Em lançamento para a área, Zuculini tocou ela com o braço, mas o juiz nada marcou. Um dos últimos lances da partida foi ainda uma grande defesa de Diego Alves em cobrança de falta direta de Rodrigo Mora, mantendo o placar zerado até o fim do primeiro tempo.

Tempo de gols
Gol mesmo saiu apenas no segundo tempo. A bola parada foi a oportunidade que as duas equipes encontraram de saírem do zero. Primeiro no pênalti sofrido por Diego e cobrado por Henrique Dourado: não teve jeito, ele ceifou mais uma vez, aos 8 minutos de partida.

Contudo, nem deu tempo para comemorar: aos 10, após cobrança de falta, Rodrigo Mora entrou na área cabeceando a bola para as redes. O Flamengo saiu novamente na frente com Everton, após belo lançamento de Lucas Paquetá. Ele girou e chutou bonito para as redes.

Mas aos 41 minutos, um momento de desatenção tirou a vitória das mãos do Flamengo. Em um rebote, Mayada chutou rasteiro, do meio da rua, Diego Alves demorou a cair e a bola foi morrer no fundo das redes.

COPA DO BRASIL

São Paulo vence CRB (AL) por 2 a 0

Valdívia comemora gol marcado no primeiro tempo. Foto: Rubens Chiri / SPFC

A pressão por resultados positivos do São Paulo foi solucionada da melhor possível: com vitória na Copa do Brasil. O time venceu o CRB (AL) na noite de quarta-feira pelo placar de 2 a 0. A partir foi realizada no Morumbi, e agora a equipe tricolor tem a seu favor o empate ou até derrota por um gol de diferença para avançar às oitavas da competição nacional.

Mas o jogo começou assustando a torcida tricolor. Isso porque, logo aos cinco minutos, o time teve pênalti para cobrar, mas Cueva perdeu. Mas o tricolor seguiu pressionando, com velocidade e mais qualidade do que a torcida vinha acompanhando nas apresentações até aqui. Foi questão de tempo para o primeiro gol: aos 34, Valdívia pegou rebote da defesa alagoana e bateu no canto direito, tirando o zero do placar.

O segundo gol e que fechou a contagem também foi no primeiro tempo. Aos 41 minutos, Éder Militão é lançado por Jean, tabela com Cueva e recebe na cara do goleiro para ampliar o marcador à favor do tricolor. O terceiro gol ficou muito perto de ser feito no segundo tempo, mas a trave e a defesda alagoana impediram um placar mais dilatado, encerrando a partida com a vitória do São Paulo por 2 a 0.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio