O primeiro Fórum de Brusque era localizado na praça Barão de Schneeburg. Depois, por um breve período, mudou-se para o Edifício Centenário, na avenida Cônsul Carlos Renaux. Só então teve como sede o prédio do Jardim Maluche, inaugurado em 1974. Hoje, o terreno do antigo Fórum no Jardim Maluche é ocupado pelo Centro de Educação Infantil Hilda Anna Eccel II.

“Quem construiu o prédio ali foi o juiz Eloi Dadam”, recorda o desembargador aposentado Carlos Prudêncio, que assumiu o posto de diretor do Fórum após a aposentadoria de Dadam, em 1983. “O Fórum era considerado o mais bonito e mais bem localizado de Santa Catarina. Ficava no meio de uma praça, um jardim com muita arborização.”

Inauguração do fórum, em 1974 | Foto publicada por Cesar Gevard no grupo Curto Fotos Antigas de Brusque

De acordo com Prudêncio, o legado de Dadam foi mantido, e o Fórum continuou tendo seu prédio e jardim cuidados e preservados. Porém, a enchente que atingiu Brusque no ano seguinte, em 1984, inundou completamente o prédio de três andares onde funcionava o Judiciário brusquense.

“Havia um subsolo, que foi totalmente alagado, e a água chegou a subir 1,7 metro no segundo andar. Perdemos a totalidade de nosso arquivo, tudo o que estava arquivado desde o início da comarca, que já tinha mais de 100 anos”, lamenta o desembargador aposentado.

“Com a enchente de 1984, os gabinetes dos promotores e juízes, que ficavam na parte baixa, assim como um dos cartórios, foram inundados”, relembra o promotor aposentado João José Leal.

Durante dez dias após a enchente, o Fórum não funcionou. Foi feita a limpeza do local e uma tentativa de salvar os arquivos. Prudêncio conta que Carlinhos Renaux ofereceu as caldeiras da empresa, no bairro Primeiro de Maio, para a secagem dos documentos.

“Muita coisa se perdeu, houve grande dificuldade em remontar autos e ações. Em muitos casos, usava-se a palavra do advogado. O que estava perdido, estava perdido. Perdeu-se a memória histórica do Judiciário de Brusque.”

O Fórum funcionou no Jardim Maluche até 1992, quando as atividades foram mudadas para o local atual.

Berço do voto eletrônico
O voto eletrônico teve seu início em Brusque, nas eleições de 1989. O sistema foi desenvolvido no fórum do Jardim Maluche pelo então juiz Carlos Prudêncio, o que tornou o município destaque nacional na disputa eleitoral do ano em que estreou.

Em 1996, Prudêncio recorda que o município recebeu a visita do então presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Marco Aurélio de Mello.

“Brusque recebeu o reconhecimento de ser o berço do voto eletrônico. Fizemos a solenidade, com a presença do presidente do TSE, no prédio do Senac, onde havia funcionado o Fórum, pois foi lá a primeira sessão com voto eletrônico.”

Computador utilizado na primeira urna eletrônica, na disputa eleitoral de 1989 | Duda Cavichiolli/Brusque Memória

Deixe uma resposta