Funcionários dos Correios entrarão em greve a partir desta segunda

Movimento foi deflagrado em todo o país, por isso entregas devem ser prejudicadas

Funcionários dos Correios entrarão em greve a partir desta segunda

Movimento foi deflagrado em todo o país, por isso entregas devem ser prejudicadas

O atendimento nas agências dos Correios de todo o Brasil e os serviços de entregas de correspondências e mercadorias devem ficar prejudicados a partir desta segunda-feira, 12, já que os trabalhadores da empresa entraram em greve no domingo.

A categoria decidiu parar devido a alterações no plano de cargos e salários, contra a suspensão das férias, do fim do pagamento do diferencial de mercado, de modificações no plano saúde, entre outros pontos. Mas a greve é motivada principalmente pela possibilidade de privatização da empresa, segundo o secretário-geral da Federação Nacional dos Trabalhadores das Empresas de Correios (Fentect), José Rivaldo.

“A gente entende que está havendo uma operação desmonte da empresa, que vai culminar com a privatização. E nós somos contrários ao que está acontecendo.”

A forma de custeio do plano de saúde, que é uma das principais divergências entre Correios e funcionários, pode ser julgada nesta segunda-feira pelo Tribunal Superior do Trabalho (TST).

Em nota, a direção dos Correios informou que espera a análise da questão na Corte para tomar as medidas necessárias, mas que não consegue sustentar as atuais condições do plano. Também garantiu que a greve é direito do trabalhador, mas que ela poderá piorar a situação da empresa.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio