Fundação Cultural promove visita à Villa Renaux

Cerca de 40 pessoas participaram do evento, que contou com exibição de documentário

Fundação Cultural promove visita à Villa Renaux

Cerca de 40 pessoas participaram do evento, que contou com exibição de documentário

Após uma breve caminhada por uma estradinha estreita e rodeada de vegetação, cerca de 40 pessoas puderam conhecer, na noite desta quarta-feira, 1, um dos símbolos da história de Brusque e região. A Fundação Cultural promoveu uma visita guiada à Villa Renaux, residência do Cônsul Carlos Renaux.

Os participantes foram recepcionados com o documentário “Quatro Parênteses” que fala sobre alguns dos casarões antigos da cidade e foi produzido por meio do Fundo Municipal de Apoio à Cultura (FMAC).

Em seguida a professora Rosemari Glatz contou a história do Cônsul, de seus feitos e seu legado e também da casa que foi construída na década de 1930. “Ele era um visionário, teve negócios diversificados e também se envolveu com a política. A história da economia da nossa cidade passa por ele”.

Muitos dos visitantes estavam curiosos para ver ou rever a casa, assim como a secretária Liliane Besser Moreira Tristão. “Foi maravilhoso ver um pouco da história, toda esta engenharia, arquitetura. Faz parte da história de todo brusquense, e ainda mais para mim que trabalhei durante anos na Fábrica de Tecidos Carlos Renaux, assim como meu pai, meu avô, meus tios”.

O coordenador da Fundação Cultural, Igor Balbinot, destaca que o local é um ícone da história da economia da região. “Este é um patrimônio que não pode se perder. O local já está em processo de tombamento e queremos preservar esta história”. Ele ressalta que a fundação já trabalha em parceria com a Unifebe para que mais visitas sejam feitas a casa.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio