Furtos de bicicletas crescem em Brusque

Uso do aplicativo Bike Registrada é recomendado pela Polícia Militar para auxiliar na busca dos veículos

Furtos de bicicletas crescem em Brusque

Uso do aplicativo Bike Registrada é recomendado pela Polícia Militar para auxiliar na busca dos veículos

Nos últimos meses, o número de bicicletas furtadas e roubadas aumentou em Brusque. Os veículos mais cobiçados pelos criminosos são os de maior valor. Segundo dados da Polícia Militar, só na comparação do mês de março do ano passado com este ano, o número dobrou. Em 2015 foram furtadas quatro bicicletas, duas foram recuperadas, e neste ano, foram levadas oito pelos criminosos. Cinco foram recuperadas.

Após a divulgação do aplicativo Bike Registrada pela PM, os cadastros cresceram. Atualmente, cerca de 500 ciclistas de Brusque já possuem o selo. Em Santa Catarina, o número é de aproximadamente 5 mil. No ranking de cadastros no estado, Brusque está em terceiro lugar, atrás apenas para Florianópolis e Blumenau. “Já conseguimos recuperar duas bicicletas com o selo do Bike Registrada. Isso facilita a localização do proprietário e a confirmação do crime”, revela o comandante da PM de Brusque, tenente-coronel Moacir Gomes Ribeiro.

Segundo o comandante, geralmente as bicicletas furtadas são trocadas por drogas. “É importante que os proprietários desses veículos tenham mais cuidado e diminuam as oportunidades do criminoso furtar”, diz.

Gomes reforça o pedido para o cadastro no aplicativo Bike Registrada, que é gratuito e auxilia no trabalho da PM. “É possível que nossos policiais na rua façam a fiscalização e inibam esses crimes”, diz.

O proprietário da Darbike, Léo Imhof, conta que sempre que faz uma nova venda de bicicleta orienta o cliente a se cadastrar. Muitos deles já saem da loja cadastrados e com o selo no veículo. “A partir do momento em que existe o selo na bicicleta, qualquer pessoa pode consultar e ver se existe o alerta de furto e avisar a polícia”, explica.

Fábio Schweder, proprietário da FS Cicle Bike Center, já conseguiu recuperar duas bicicletas dentro da loja. Em um dos casos, ele conta que um homem entrou com o veículo para fazer um reparo na câmara de ar. Como conhecia a bicicleta e o verdadeiro dono, levou ela para dentro da oficina e acionou a polícia.

Ele diz que também sempre indica aos clientes o uso do aplicativo, pois acredita que com isso, os índices de furtos de bicicletas, em especial as profissionais, diminuirão. “O selo é bastante difícil de ser desgrudado do veículo, e mesmo se for retirado, é fácil saber e tem como consultar pelo número do quadro”.

O aplicativo

O Bike Registrada é um aplicativo de smartphone, onde é cadastrado o número de série da bicicleta em um banco de dados nacional. O aplicativo é gratuito e está disponível para Android e iOS, podendo ser acessado também pelo site www.bikeregistrada.com.br, onde há mais informações.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio