Futuro do esporte brusquense, atletas disputam Joguinhos Abertos em Caçador

Competição inicia no fim de semana e terá a duração de sete dias; Brusque participa com dez modalidades

Futuro do esporte brusquense, atletas disputam Joguinhos Abertos em Caçador

Competição inicia no fim de semana e terá a duração de sete dias; Brusque participa com dez modalidades

Se o futuro do esporte brusquense está na mão dos jovens atletas, a próxima semana servirá para conhecermos os novos talentos na principal competição poliesportiva estadual de base, os Joguinhos Abertos de Santa Catarina. Além da natação – única modalidade já encerrada, que foi realizada em Palhoça no último fim de semana -, atletas de Brusque disputam outros nove esportes no município de Caçador, Oeste do estado, entre os dias 22 e 29 de julho.

Somente as equipes que não passaram por seletiva integram a delegação na competição. Cinco equipes ficaram pelo caminho na tentativa de chegar à etapa estadual. O voleibol brusquense, conhecido pela força da base, não emplacou nenhum dos dois naipes. O feminino foi eliminado ainda na fase microrregional, enquanto o masculino deu adeus na seletiva. O futsal masculino também ficou pelo caminho no microrregional, enquanto o feminino saiu na seletiva. Por fim, o basquete masculino foi eliminado na seletiva realizada em Brusque.

Para o superintendente da Fundação Municipal de Esportes (FME), Ademir de Souza, o Toto, será a oportunidade de conhecer os talentos locais. “É uma competição importante, porque desde o começo do ano, com a nova administração, passamos a apostar somente nos atletas locais e paramos com competidores de fora. Será um grande teste para estes jovens que buscam seus espaços no esporte”, diz.

Futebol de novo na briga
Atual vice-campeã dos Joguinhos, a equipe de futebol, formado pela base do Brusque Futebol Clube, acessou direto a etapa estadual e é a esperança de pódio na competição. O técnico Jerson Testoni, o Jersinho, que comandou a equipe profissional na segunda fase do Brasileiro Série D, precisou voltar às origens e comandará o time. “Recebi o convite da diretoria e aceitei, até mesmo para me manter em atuação. Ano passado tiramos o time de Chapecó, que contou com parte da base da Chapecoense, e fizemos a final contra Blumenau. Foi conturbada, houve erros de arbitragem que nos prejudicaram, mas de qualquer forma fomos vice-campeões”.

A equipe, porém, terá dificuldades. Do elenco titular, quatro jogadores não estarão disponíveis porque não estão de acordo com o regulamento de transferências da Fesporte, que administra os Joguinhos. Mesmo assim, Jersinho afirma que tem em mãos um time competitivo. “É uma equipe competitiva e forte, que vai tentar o pódio até o fim. Eu conversei com todos e expliquei a importância que tem os Joguinhos Abertos para a cidade e a responsabilidade de representar Brusque em uma competição, portanto todos estão cientes que nossas ambições são grandes”, completa.

A equipe de futebol caiu na chave com São José do Cedro, Camboriú e Lages. A primeira partida será na próxima segunda-feira, às 10h, contra Lages.

Tênis de mesa busca seu espaço
Em processo de reestruturação e captação de recursos, a equipe de tênis de mesa encara o grande desafio que é os Joguinhos Abertos. Segundo o técnico e responsável pela modalidade, Gustavo Vinotti, houve algumas baixas consideráveis na equipe que luta pelas primeiras posições em Caçador. “Como temos poucos recursos, nossos atletas encontram dificuldades para manter treinando. Com isso nós perdemos três competidores de ponta, que fazem a diferença, mas não puderam seguir os treinamentos da temporada, precisaram começar a trabalhar”, explica.

Apesar dos desfalques, Vinotti acredita que Brusque pode buscar um lugar de destaque na classificação geral da modalidade. “A gente teve que se virar, convocamos atletas das escolinhas para completar o plantel. Temos dois jogadores de alto nível que seguem com a gente, e por isso ainda mantemos boa expectativa, pleiteando em pelo menos até sexto lugar. Claro que se o investimento fosse maior, principalmente do município, teríamos chances iguais com os principais adversários”, completa.

O tênis de mesa terá seu congresso técnico na segunda-feira, a partir das 14h, e conhecerá o chaveamento.

Renovação no ciclismo
A dupla Bruno Sevegnani, de 17 anos, e Alan Labatut, 16, são as apostas de Brusque no ciclismo masculino. Eles entram para pleitear medalhas nas provas de estrada e contrarrelógio. Técnico dos atletas, Eduardo Gohr vê pedras no caminho dos jovens, mas explica que é um momento de superar os limites. “Eles são jovens, no primeiro ano de Joguinhos, encarando competidores mais experientes e mais velhos. Mesmo assim têm chances de ficar entre os cinco primeiros colocados”, diz.

A prova de estrada inicia no domingo. Já o contrarrelógio será disputado na próxima quarta-feira.

Brusque nos Joguinhos:
Atletismo feminino
Caratê masculino
Ciclismo masculino
Futebol
Ginastica rítmica feminino
Judô masculino
Tênis masculino
Tênis de mesa
Vôlei de praia masculino e feminino

Guabiruba nos Joguinhos:
Caratê

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio