Gaiola Cross atrai 60 pilotos a Brusque

Festival e etapa do Catarinense foram realizadas simultaneamente, neste fim de semana, em frente ao pavilhão de eventos

Gaiola Cross atrai 60 pilotos a Brusque

Festival e etapa do Catarinense foram realizadas simultaneamente, neste fim de semana, em frente ao pavilhão de eventos

Pilotos de cinco estados brasileiros competiram neste fim de semana, na pista em frente ao pavilhão Maria Celina Vidotto Imhof, no 1º Festival de Gaiola Cross de Brusque. Simultaneamente aconteceu no mesmo espaço a 1ª etapa do Catarinense do Gaiola Cross. Os dois eventos, que iniciaram na sexta-feira, 4, e terminam neste domingo, 6, reuniram 60 pilotos. No festival as disputas ocorreram em duas categorias: Ar (motor de fusca) e Água (motor diversos). Já no Catarinense foram sete: turbinada, aspirada, spiral, ar preparados, ar 1600 cilindradas, iniciantes água e batom (mulheres).

Na pista, com 614 metros, os competidores precisaram realizar duas voltas (por dentro e por fora). O vencedor é quem faz o melhor tempo. Em média, nos dois eventos, a velocidade dos carrinhos foi de 70 km/hora e para ganhar o duelo o piloto precisou fazer a prova num tempo de aproximadamente 50 segundos. Nos três dias de disputas, foram dez largadas para cada competidor. Os dez melhores de cada categoria receberam troféus.

O evento, promovido pela Associação Brusque Gaiola Cross, com apoio da prefeitura, trouxe um grande público para o município. O organizador Fabiano Munch conta que mesmo com a chuva na sexta-feira e sábado, as competições atraíram cerca de 5 mil pessoas. “É um evento único só para gaiolas 4 x 2, que não existe tração, e é o primeiro festival em Brusque. Com certeza é um diferencial e já temos como meta a realização de um segundo festival”, afirma.

O organizador diz que a estrutura também foi montada como em eventos profissionais e que outro fator que engrandeceu as disputas foi a presença de pilotos dos estados do Paraná, Rio Grande do Sul, São Paulo, Minas Gerais, além de Santa Catarina. “É feito para a família. Os competidores vem e trazem os pais, esposas, os familiares todos”.

A auxiliar administrativo de Brusque, Cíntia Colombi, aprovou o evento. Ela afirma que os carrinhos parecem velhos, mas correm bastante. “Acho que a cidade ganha com competições diferentes como essa”.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio